CVC - Viagens

Bem-vindo a CVC,

alterar senha (sair)


Bariloche

Argentina
Crédito: Thinkstock
 

Bariloche é diversão garantida em todas as épocas do ano

Porta de entrada da belíssima Patagônia argentina, a cidade de San Carlos de Bariloche, mais conhecida apenas como Bariloche, é o destino de neve mais conhecido da Argentina e amado por turistas brasileiros, que invadem a região na alta temporada. Localizada na província de Rio Negro, fica a apenas quatro horas e meia de voo saindo de São Paulo e garante paisagens inesquecíveis com suas imponentes montanhas e lagos, além de oferecer rica gastronomia, bares, casas noturnas e cassino. Mas quem pensa que a cidade deve ser visitada apenas no inverno, engana-se. Quando o branco da neve vai embora, Bariloche ganha infinitas cores da primavera, com tons de ocre, vermelho e marrom no outono e esbanja verde no verão. Os meses mais quentes permitem muitas atividades ao ar livre, como caminhadas, rafting e passeios de bicicleta. Conheça essa cidade apaixonante e volte muitas vezes!

Crédito: Thinkstock  
quando ir

É possível visitar a cidade o ano inteiro. No inverno, as temperaturas oscilam entre -10°C e 10°C, ideal para praticar esqui. O verão, com dias quentes e ensolarados, é perfeito para fazer trekking. O outono e a primavera trazem dias mais frescos e luminosos.

curiosidades

O nome Bariloche vem da língua mapuche e significa "povo de trás da montanha". Seus primeiros habitantes eram os índios mapuches, originários do outro lado da Cordilheira dos Andes.

Veja mais informações sobre o idioma, moeda local, taxas, documentação, peso da bagagem e muito mais!
 

Fotos

Garanta dias incríveis visitando os cerros Campanário, Catedral, Tronador e Otto, locais muito procurados durante o inverno, quando ficam cobertos pela neve e proporcionam atividades como esqui e snowboard. Outro ponto turístico é o gigantesco lago Nahuel Huapi, onde é possível navegar, pescar e nadar. Já a romântica Villa La Angostura, aos pés da Cordilheira dos Andes, está rodeada de lagos, rios e bosques.

Bariloche na província de Rio Negro, fica a apenas quatro horas e meia de voo saindo de São Paulo (Crédito: Thinkstock)
Encante-se com a beleza dos cerros, que oferecem diversas atividades esportivas (Crédito: Thinkstock)
A paisagem muda conforme as estações do ano e Bariloche fica bem verde durante o verão (Crédito: Thinkstock)
Os Bosque de Arrayanes ficam na península Quetrihue e serviram de inspiração até para animação da Disney (Crédito: Thinkstock)
A Catedral de Bariloche homenageia Nossa Senhora Nahuel Huapi (Crédito: Thinkstock)
A praça do Centro Cívico é o ponto de partida para muitos passeios (Crédito: Thinkstock)
No Cerro Catedral fica a estação de esqui mais tradicional da cidade (Crédito: Thinkstock)
Para chegar ao alto do Cerro Otto, você embarca em um teleférico do tipo funicular (Crédito: Thinkstock)
O Cerro Tronador é a montanha mais alta de Bariloche, com 3.554 metros (Crédito: Thinkstock)
Uma das atividades mais procuradas da região é o esqui, praticado em várias estações (Crédito: Thinkstock)
A cidade mantém clima de localidades europeias, inclusive nas estações de trem (Crédito: Thinkstock)
Nas lagoas e rios você poderá praticar a pesca, outro esporte muito difundido no local (Crédito: Thinkstock)
O Lago Moreno tem uma área de aproximadamente 1.640 hectares (Crédito: Thinkstock)
No lago Nahuel Huapi é possível navegar, pescar e nadar (Crédito: Thinkstock)
No inverno as montanhas ficam cobertas de neve e a cidade fica linda repleta de branco (Crédito: Thinkstock)
No outono, as folhagens ganham tons ocre, vermelho e marrom (Crédito: Thinkstock)
Já na primavera as cores explodem, com flores por todos os lados (Crédito: Thinkstock)
Bariloche é a porta de entrada para a bela Patagônia argentina (Crédito: Thinkstock)
Piedras Blancas é o primeiro centro de esqui da região (Crédito: Thinkstock)
Os mais radicais podem praticar rafting nos rios e corredeiras da região (Crédito: Thinkstock)
Ao praticar escalada você chegará a lugares como o refúgio Lopez e sua vista estonteante (Crédito: Thinkstock)
A encantadora Villa La Angostura fica aos pés da Cordilheira dos Andes (Crédito: Thinkstock)
Arrisque a sorte no único cassino de Bariloche, ligado a um hotel por uma ponte de vidro (Crédito: Thinkstock)
 

Passeios

Bariloche é destino ideal para quem procura por paisagens lindas e adora curtir a natureza. Seja em caminhadas, praticando mountain bike, esqui ou cavalgando, as atividades ao ar livre são um dos maiores atrativos desta cidade. No alto dos cerros, o visual e a gastronomia das cafeterias e restaurantes são um bônus nesta viagem incrível.

Crédito: Thinkstock

Cerro Catedral

Nesta montanha fica a estação mais tradicional da cidade, com 70 quilômetros de pistas. Oferece atividades como motos de neve e trenós, restaurantes, chocolaterias e cafés, além de lojas e até um pequeno shopping. Outra atração é o bondinho (funicular) com proteção para o frio, garantindo vista espetacular da região. Se visitar o local no verão, aproveite para fazer escalada em rocha, caminhadas para observação da flora e fauna, além de trekking até o refúgio Frey.

Crédito: Thinkstock

Cerro Otto

A montanha fica cinco quilômetros do Centro Cívico e proporciona vista panorâmica da região, em especial do lago Nahuel Huapi. Destaque para a Confeitaria Giratória, que serve chocolate quente, chá, café, tortas e refeições.  A estrutura demora cerca de 20 minutos para dar uma volta completa. Para chegar ao alto do cerro, você embarca em um teleférico do tipo funicular, cujo funcionamento está sujeito às condições climáticas. 

Crédito: Thinkstock

Cerro Tronador

Localizado no Parque Nacional Nahuel Huapi, a aproximadamente 90 quilômetros da cidade de Bariloche, é a mais alta da região, com 3.554 metros acima do nível do mar. O cerro possui três picos: o Argentino, o Chileno e o Internacional, lagos como o Mascardi, Los Moscos e o Hess, o Vale Vuriloches, um bosque e a famosa geleira Ventisquero Negro, uma das poucas geleiras negras do mundo. 

Crédito: Thinkstock

Villa La Angostura

A cidadezinha no pé da Cordilheira dos Andes é rodeada de lagos, rios e bosques, com diversas atividades culturais e esportivas. Os esquiadores aproveitam as pistas de Cerro Bayo, ideais para iniciantes. A vila ainda tem um porto, a lagoa Selva Triste e um centrinho com lojas de chocolate e de souvenir. 

Crédito: piedrasblancasbariloche.com

Piedras Blancas

O primeiro centro de esqui da região fica a 1.200 metros de altitude e tem ótimas pistas para atividades recreativas e esportes como o esqui nórdico - mais simples que o convencional. Também oferece passeio de trenó e teleférico.

Crédito: Thinkstock

Ilha Victoria e Bosques de Arrayanes

A ilha mais extensa do lago Nahuel Huapi abriga pinturas rupestres com mais de 500 anos na Playa del Toro e um teleférico que vai até o cume do Morro Bella Vista, de onde você observa a Baía Anchorena. Para chegar lá, você pega um barco no Porto Pañuelo e, no caminho, visita o Bosque de Arrayanes.

Crédito: Thinkstock

Esportes radicais

Bariloche oferece muitas trilhas para escalar geleiras e montanhas, além das ecológicas e históricas, ideais para praticar trekking. De mountain bike você percorre as montanhas da região, com diferentes graus de dificuldade. Para um contato ainda maior com a natureza, faça cavalgadas e navegue de caiaque pelos rios, desça com bote inflável pelas corredeiras ou passe o dia pescando nos lagos. Quer mais emoção? Então pratique o canopy, atividade em que você desliza por um cabo de aço durante quase duas horas, percorrendo 1.500 metros de distância.

 

Atrações

Além de esportes radicais na neve e nos bosques de Bariloche, há muito o que se fazer nesta cidade da patagônia. Divirta-se em um cassino e admire a beleza da arquitetura da catedral de Bariloche, além de passear pelo Centro Cívico e visitar os museus que trazem a história da região e do chocolate.

Crédito: panamericanobariloche.com

Cassino

Situado no hotel Panamericano, o El Tresor Casino de Bariloche é aberto para não-hóspedes e dispõe de 35 mesas de jogo, máquinas caça-níqueis e programação de shows musicais. Tem três andares e fica na área central da cidade, ótima opção para curtir a vida noturna.

ENDEREÇO: Avenida San Martín 535 | Centro. 

Crédito: Thinkstock

Catedral de Bariloche

A Catedral de Bariloche homenageia Nossa Senhora Nahuel Huapi, sendo a igreja católica mais importante da cidade. Foi inaugurada em 1946 e construída em estilo neogótico, com arquitetura imponente, vitrais coloridos na parte interna e belos jardins.

ENDEREÇO: Vice Almirante O´Connor, entre Frey e Palacios |Centro. 

Crédito: Thinkstock

Centro Cívico

A praça do Centro Cívico é o ponto de partida para muitos passeios. Fundado em 1940, o local tem características arquitetônicas das regiões montanhosas da Europa e concentra os prédios administrativos dos correios, polícia, museus e a prefeitura.

ENDEREÇO: Centro Cívico|Centro.

Crédito: museochocolate.com.ar

Museus

No roteiro de viagem para Bariloche não deve faltar uma visita aos museus do Chocolate e da Patagônia. O primeiro é da empresa Havana e conta a história do chocolate. O Museu da Patagônia é ótimo lugar para conhecer a história da região patagônica, desde os primeiros habitantes até a época de colonização da cidade. 

 

Hospedagem

Com grande quantidade de hotéis, Bariloche oferece muitas opções de hospedagem em duas áreas principais: no centro e na avenida Bustillo, que fica ao redor do lago Nahuel Huapi. A vantagem do centro é a proximidade com o comércio e o fácil acesso aos transportes. Já no Nahuel Huapi, a vista e a tranquilidade são os maiores atrativos.

Panamericano Bariloche & Spa

O Panamericano fica localizado a 800 metros da rua Mitre e possui piscina aquecida com vista panorâmica, solário, spa, bar, sala de jogos, academia, sauna, acesso wi-fi (pago) em todo o hotel e clube infantil. O único cassino de Bariloche está ligado ao hotel por uma passarela de vidro. Os apartamentos possuem frigobar, TV de tela plana com canais a cabo, telefone e cofre.

Reserve agora seu hotel em Bariloche!

Villa Huinid Resort & Spa

O resort fica a pouco mais de dois quilômetros da rua Mitre e em frente ao lago Nahuel Huapi. Possui spa, sauna, bar, restaurante e acesso wi-fi gratuito em todo o hotel. São dois tipos de acomodação: cabanas e apartamentos. As cabanas possuem TV a cabo, hidromassagem, secador de cabelo e cozinha equipada com micro-ondas, geladeira, cafeteira elétrica e torradeira. Os apartamentos têm calefação, telefone, cofre, secador de cabelo e frigobar.

Reserve agora seu hotel em Bariloche!

Villa Huinid Pioneiros

Este hotel está localizado dentro do resort Villa Huinid, a dois quilômetros da rua Mitre. Rodeado por bosques e jardins com vista para o lago, tem piscina aquecida, quartos com vista para o lago e para o bosque e wi-fi gratuito em todas as áreas. Todos os apartamentos são equipados com TV a cabo, telefone, secador de cabelo e cofre.

Reserve agora seu hotel em Bariloche!

Hotel Carlos V

O Carlos V fica a dois quarteirões da rua Mitre e possui amplo lobby, bar com vista panorâmica, wi-fi gratuito em todo o hotel, estacionamento e farmácia 24 horas. Os 43 apartamentos têm TV a cabo, calefação, telefone, frigobar, cofre e secador de cabelo.

Reserve agora seu hotel em Bariloche!

Monte Claro Hotel

Localizado a uma quadra da rua Mitre, o hotel fica 14 quilômetros do aeroporto Teniente Luis Candelaria. Dispõe de piscina aquecida, jacuzzi, ginásio, solário, sauna, wi-fi gratuito em todas as áreas, business center e estacionamento coberto. Os 81 quartos são equipados com TV LCD, frigobar, secador de cabelo e cofre.

Reserve agora seu hotel em Bariloche!

Quillén Hotel

Situado a apenas dois quarteirões da rua Mitre, este hotel possui piscina com hidromassagem, spa, academia, restaurantes, bar e acesso wi-fi gratuito em todas as áreas. Os 27 apartamentos têm calefação, TV de tela plana com canais a cabo, fechadura eletrônica, frigobar, cofre e mobília com acabamento em madeira.

Reserve agora seu hotel em Bariloche!

 

Observação: O conteúdo do texto acima é meramente informativo. A confirmação dos preços e informações sobre os serviços disponíveis são de responsabilidade das empresas mencionadas.

IMPORTANTE: O conteúdo desta página é protegido por direitos autorais. Fica proibida a reprodução dos conteúdos - textos, figuras e gráficos - do Portal, salvo prévia autorização por escrito da CVC.

*Os valores dos pacotes apresentados nesta página podem variar de acordo com a cidade de origem. Selecione sua localização e confira o menor preço disponível para sua localidade. Todos os preços estão sujeitos à disponibilidade de lugares no ato da reserva. Os valores dos pacotes acima são o total do quarto dividido pela quantidade de passageiros (adulto ou criança ou bebê).

CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens | CNPJ: 10.760.260/0001-19 | Rua das Figueiras, 501 - Jardim – Santo André – SP | CEP: 09.080-370 © 2015 Viagens CVC - Todos os direitos reservados.