CVC - Viagens

Bem-vindo a CVC,

(sair)

DublinIrlanda

Crédito: Thinkstock
 

Rica história, arquitetura e cultura fazem de Dublin um destino incrível

A capital irlandesa, quase sempre gelada para os brasileiros, se tornou o paraíso dos intercambistas e dos apaixonados por cerveja, já que é endereço de tradicionais pubs e da cervejaria Guinness Storehouse. Reserve tempo para passear entre lojinhas, cafés e galerias de arte e não deixe de conhecer atrações que preservam o estilo medieval, como a Catedral de São Patrício, o Castelo de Dublin e as ruas do bairro Temple Bar. Vá também até a Biblioteca do Trinity College, no coração da cidade, ou conheça o maior parque da Europa, o Phoenix Park, um pouco mais distante do centro. Prepare já seu roteiro por Dublin e boa viagem!

Crédito: Thinkstock  
quando ir

Opte por viajar entre maio e outubro para fugiar das temperaturas muito baixas. Já no primeiro e último trimestres, o frio é intenso com máximas entre 8ºC e 10ºC. A chuva é comum durante o ano todo.

curiosidades

Escritores famosos, como Oscar Wilde e James Joyce, frequentaram Dublin ou a retrataram em suas obras. A cidade têm vários espaços culturais e estátuas em homenagem a essas personalidades e é considerada patrimônio mundial da literatura pela Unesco.

Veja mais informações sobre o idioma, moeda local, taxas, documentação, peso da bagagem e muito mais!
 

Fotos

Dá para explorar o melhor de Dublin em poucos dias. Passe pela famosa biblioteca da universidade Trinity College e pelos pubs da região de Temple Bar. Veja de perto a arquitetura de igrejas, ruas e castelos que preservam o estilo medieval e curta o visual do rio Liffey. Opções de compras também não faltam. Programe-se!

A biblioteca do Trinity College, a Old Library, é uma das atrações mais visitadas pelos turistas em Dublin (Crédito: Thinkstock)
Além de referência em história, as ruas da região de Temple Bar concentram pubs animados para curtir uma tradicional cerveja (Crédito: Thikstock)
Datada de 1911, a Catedral de São Patrício homenageia o santo católico São Patrício, considerado o "apóstolo da Irlanda" (Crédito: Thinkstock)
O rio Liffey é cortado por várias pontes, como a Half Penny, construída em 1815 (Crédito: Thinkstock)
Verdadeiro shopping a céu aberto, a Grafton Street é local certo para caminhar por lojas e lanchonetes durante uma tarde toda (Crédito: Thinkstock)
Símbolo da história local, o Castelo de Dublin mantém o estilo medieval e abriga escritórios do governo (Crédito: Thinkstock)
O Phoenix Park tem mais de 300 anos de história e é o maior parque urbano da Europa, com uma área de cerca de sete quilômetros quadrados (Crédito: Thinkstock)
A moderna ponte Samuel Beckett, assinada pelo espanhol Santiago Calatrava, liga o norte e o sul do rio Liffey (Crédito: thinkstock) (Crédito: Thinkstock)
 

Atrações

Você pode começar o tour pelo centro histórico de Dublin, nas redondezas do Trinity College e do parque St. Stephen’s Green. Estique o passeio até a região do Grand Canal e escolha entre galerias de arte, museus e restaurantes. Para curtir a noite com um copo de cerveja irlandesa, não podem faltar uma ida aos pubs mais tradicionais, como o The Brazen Head. São várias opções para curtir a viagem do seu jeito!

Crédito: Thinkstock

Biblioteca do Trinity College

É imperdível passar pela Old Library, localizada no campus do Trinity College, complexo universitário com mais de 400 anos de história. A biblioteca é lindíssima – um verdadeiro sonho para quem gosta de livros! – e ficou famosa em todo o mundo por ser lar do Book of Kells, manuscrito do evangelho datado da era medieval, no século 9. O local é aberto para visitas e também há tours pagos que incluem ingresso para ver de perto o acervo da biblioteca e o Book of Kells.

ENDEREÇO: Trinity College, College Street, Dublin 2

Crédito: Thinkstock

Igrejas históricas

Um dos principais cartões-postais da capital irlandesa é a Catedral de São Patrício, considerada a maior igreja de Dublin, construída em 1270. É famosa pela estrutura gigantesca e pela arquitetura em estilo medieval. Já a Christchurch, datada do século 12, é a igreja mais antiga da cidade, tem esculturas seculares e belos vitrais, além de possuir a maior cripta da Irlanda, com pouco mais de 60 metros de comprimento.

Crédito: Thinkstock

Bairro Temple Bar

Entre os endereços mais descolados está a região de Temple Bar, famosa por ser cheia de galerias de arte e lojinhas. Já à noite, a animação torna o bairro um dos pontos mais boêmios da cidade. A parte divertida do passeio já começa na chegada, já que as ruas medievais e estreitas garantem muito charme. Reserve tempo para circular pela Galery of Photography e beber uma legítima cerveja Guinness no Temple Bar Pub, o mais tradicional de Dublin. Outro pub famoso é o The Brazen Head, aberto desde 1198 e conhecido como o mais antigo da cidade e da Irlanda.

Crédito: Reprodução/guinnessstorehouse.com

Guinness Storehouse

Veja de perto a produção da mais tradicional cerveja irlandesa. Há tours pagos onde você visita os sete andares da cervejaria e conhece a história e as curiosidades da marca que tem mais de 250 anos de existência. A arquitetura do prédio chama a atenção pelo estilo industrial e o formato interior lembra um copo de cerveja. A visita acaba no Gravity Bar, onde você pode apreciar a vista panorâmica de Dublin degustando a bebida da casa.

ENDEREÇO: St. James's Gate, Dublin 8

Crédito: Reprodução/facebook/grafron-street-ie

Compras

A via mais popular para compras em Dublin é a Grafton Street, repleta de lojinhas, artistas de ruas e opções de restaurantes e cafés. O tour pela região começa nas redondezas do Trinity College e termina no parque St. Stephen’s Green. A Grafton Street é ótimo endereço para encontrar livros, roupas, sapatos ou caminhar até o Stephen's Green Shopping Centre. A O’Connell Street, próxima ao rio, também é uma via bem movimentada na cidade. Vale a pena conhecer as lojas, bares e teatros que estão por perto.

Crédito: Thinkstock

Castelo de Dublin

Erguido por volta do século 13, é utilizado até hoje para cerimônias especiais e decisões de autoridades irlandesas, já que abriga escritórios do governo. A infraestrutura do castelo inclui ainda dois museus, cafés e jardins. Destaque para a Norman Tower, a única torre medieval preservada do local, datada de 1226.

ENDEREÇO: Dame Street, Dublin 2

Crédito: Thinkstock

Castelo de Malahide

Ideal para apaixonados por história, o Castelo de Malahide fica a cerca de 1h de Dublin, na cidade de mesmo nome. Erguido no século 12, o castelo já foi usado como fortaleza e residência. A propriedade ocupa uma área gigante, com espaço para um pequeno jardim botânico (com variedade de plantas da Europa, América do Sul, Austrália e Ásia), um museu e o Palácio de Tara – antiga casa de brinquedos. Destaque para a decoração rica em objetos, móveis e referências aos séculos 17 a 19.

ENDEREÇO: Malahide, Co., Dublin

Crédito: Reprodução/st-stephens-green-park-ie

Parques

Ótima opção para curtir a cidade sem se preocupar com gastos é passear pelas áreas verdes, um prato cheio para registrar fotos, pedalar ou fazer piquenique. O Phoenix Park, por exemplo, é considerado o maior parque público e urbano da Europa, com área de aproximadamente 7 milhões de metros quadrados, onde também está o Zoológico de Dublin. Conheça também o parque St. Stephen’s Green, no centro de Dublin, endereço certo para relaxar e passear entre monumentos, estátuas e um lago.

Crédito: Reprodução/dublindocklands-ie

Grand Canal

Repleta de edifícios modernos, a região do Grand Canal é conhecida como o centro financeiro e cultural de Dublin. Aproveite a vista à beira do rio e as atrações no entorno da Grand Canal Square, além de restaurantes, museus e teatros, como o Grand Canal Theatre (também chamado Bord Gáis Energy Theatre). Outra opção é fazer um tour de barco ou seguir de trem até pontos turísticos como o estádio Aviva, um dos mais importantes da cidade.

 

Hotéis

Em Dublin a hospedagem já vale a viagem. Há opções de hotéis instalados em prédios históricos que são puro charme, outras perto do rio e as econômicas e práticas, principalmente, ao lado do centro histórico. Pesquise com antecedência e aproveite a estadia!

The Merrion Hotel

A poucos metros do campus do Trinity College, o hotel conta com uma decoração elegante e oferece muito conforto em todos os ambientes. O restaurante tem vista para o jardim da propriedade e os quartos possuem TV com canais via satélite, frigobar e amenities de banho. Há serviços de SPA e internet wi-fi disponíveis.

Dean Hotel Dublin

O Dean Hotel fica a poucos minutos a pé do parque St. Stephen Green e oferece quartos com secador de cabelo, TV, ar-condicionado, frigobar e máquina de chá e café. Há terraço com vista para a cidade, bar, restaurante, salas de reunião e internet wi-fi gratuita.

Wynn's Hotel

Opte pelo Wynn’s Hotel para curtir a vista do rio Liffey, teatros, restaurantes dos arredores e compras na Grafton Street. A propriedade oferece quartos com TV, banheiro privativo e acesso gratuito à internet wi-fi. Você também encontra academia e restaurante na propriedade, além e wi-fi gratuito também nas áreas comuns.

The Marker Hotel

Próximo do Grand Canal, o The Marker conta com arquitetura contemporânea e uma ampla infraestrutura de lazer, com sauna, academia e piscina. Aproveite a vista da cidade direto do bar localizado na cobertura. As acomodações são equipadas com TV LED, ar-condicionado e carregador de iPod, entre outras comodidades. A wi-fi gratuita na propriedade.

 

Observação: O conteúdo do texto acima é meramente informativo. A confirmação dos preços e informações sobre os serviços disponíveis são de responsabilidade das empresas mencionadas.

IMPORTANTE: O conteúdo desta página é protegido por direitos autorais. Fica proibida a reprodução dos conteúdos - textos, figuras e gráficos - do Portal, salvo prévia autorização por escrito da CVC.

*Os valores dos pacotes apresentados nesta página podem variar de acordo com a cidade de origem. Selecione sua localização e confira o menor preço disponível para sua localidade. Todos os preços estão sujeitos à disponibilidade de lugares no ato da reserva. Os valores dos pacotes acima são o total do quarto dividido pela quantidade de passageiros (adulto ou criança ou bebê).