CVC - Viagens

Bem-vindo a CVC,

(sair)

 

Um paraíso esperando por você!

Metrópoles, montanhas nevadas, praias, vinhedos, vulcões e lagos compõem o cenário da Nova Zelândia. Com tantos cenários variados, o país da Oceania agrada a diversos públicos, de casais em lua de mel a aventureiros e amantes da gastronomia. O país fica no hemisfério sul e não há voos diretos saindo do Brasil. As melhores opções para chegar à Nova Zelândia são: embarcar em Buenos Aires, na Argentina, ou em Santiago, no Chile.

Além de ser um paraíso dos esportes radicais, o interessante é que o país convive bem com a influência das culturas maori, europeia e asiática e há espaço de sobra para incluir atividades de aventura no roteiro ou simplesmente descansar acompanhado de um bom vinho. O que mais esperar da sua viagem à Nova Zelândia? Dá para conhecer lugares belíssimos em cima de uma bike, aproveitar as atrações urbanas e ficar de queixo caído diante das várias paisagens naturais - da neve ao mar! Tudo isso numa mesma viagem. Bem-vindo, ou melhor, Kia Ora!

 
quando ir

Como está no Hemisfério Sul, o país tem as mesmas estações do ano que o Brasil. A época certa para viajar depende da experiência desejada. O inverno rigoroso atrai praticantes de esportes na neve.

curiosidades

As ilhas neozelandesas abrigam espécies nativas que não são encontradas em nenhum outro lugar do planeta. Uma deles é o kiwi (ameaçado de extinção), pássaro que é símbolo da Nova Zelândia. A ave kea, a coruja morepork e o golfinho-de-hector são outros exemplos.

Veja mais informações sobre o idioma, moeda local, taxas, documentação, peso da bagagem e muito mais!
 

Fotos

A Nova Zelândia rende fotos maravilhosas e aventuras inesquecíveis. Entre as opções estão a agitada vida noturna das grandes cidades, a tranquilidade dos parques e a beleza das praias quase desertas. Some a isso geleiras e vulcões enormes, além de ilhas incríveis!

A área de Milford Sound é de tirar o fôlego e serviu de cenário para gravações de O Senhor dos Anéis (Thinkstock)
A vila de Hobbiton, construída para ser cenário dos filmes e destino turístico, é um dos locais mais sensacionais para se visitar (Thinkstock)
O azul marcante do Lago Tekapo é um espetáculo! A cor é resultado da ação do gelo, que deixa um “pó glacial” na água (Thinkstock)
Imagine só pedalar com essa vista? Dá para explorar as margens do Lake Pukaki de bicicleta e ver o Mount Cook de longe (Miles Holden/Tourism NZ)
O Monte Kook fica ao lado da geleira da Tasmânia e cercado por outras montanhas de um parque nacional na lha Sul (Thinkstock)
A cosmopolita Auckland é o principal destino do país. Seu charme fica por conta do belo visual ao redor da Mission Bay (Thinkstock)
Segunda maior cidade do país, Wellington, oferece entretenimento urbano, opções culturais e gastronômicas (Fraser Clements/Tourism NZ)
Entre as atrações de Rotorua está a Champagne Pool, de origem vulcânica, onde a água chega a mais de 70ºC (Thinkstock)
O país oferece paisagens curiosas como as das cavernas iluminadas por vaga-lumes, em Waitomo (Corin Walker Bain/Tourism NZ)
A praia da Cathedral Cove é uma das mais famosas no litoral de Coromandel, na Ilha Norte (Thinkstock)
Para chegar, é preciso iniciar uma bela trilha até o topo de um penhasco e, em seguida, descer para a Cathedral Cove (Adam Bryce/Tourism NZ)
A região de Marlborough, na Ilha Sul, tem vinícolas e belas trilhas perto de florestas litorâneas (Mike Heydon/Tourism NZ)
O bondinho de Wellington atravessa a cidade até o Jardim Botânico local. Aproveite para curtir o visual da orla! (Julian Apse/Tourism NZ)
Christchurch possui belas vistas para as águas da baía Pegasus, região famosa pela produção de vinho (Thinkstock)
A queda do rio Waikato, na região do lago Taupo, é uma das atrações naturais mais procuradas do país (Thinkstock)
O parque nacional Abel Tasman abriga incríveis praias e lagos, além de trilhas que podem durar dias pelo litoral (Thinkstock)
A cidade de Queenstown é perfeita para praticar esportes no lago, tours de bicicleta, caminhadas e outras atividades ao ar livre (Thinkstock)
Os neozelandeses se tornaram especialistas em esportes de natureza, como vela, escalada, bungee jumping e muito outros (Mark Downey/Tourism NZ)
O vulcão Taranaki é considerado um dos mais simétricos da Nova Zelândia e fica próximo de praias, florestas e trilhas (Thinkstock)
O lindo Lake Tekapo representa bem a beleza das cores marcantes dos lagos do país (Julian Apse/Tourism NZ)
Com fama de o lago mais cristalino do mundo, estima-se que o Blue Lake tenha visibilidade de 80 metros de profundidade ( Thinkstock)
Com cerca de 88 quilômetros de extensão, a Ninety Mile Beach é cobiçada por surfistas e usada como estrada para carros 4x4 (Thinkstock)
 

Onde ir

Passar pela capital, Wellington, e pela cidade mais populosa, Auckland, garante boa visão do que as principais metrópoles têm a oferecer em compras, gastronomia e diversão. Já a região de Rotorua oferece uma amostra das paisagens incríveis que as atividades geológicas deixaram como patrimônio ao longo do tempo. Compre agora sua passagem aérea para a Nova Zelândia e viva esta aventura!

Crédito: Thinkstock

Auckland

Também conhecida como “cidades das velas”- o esporte é paixão nacional! -, a principal cidade da Nova Zelândia está no topo da lista dos locais mais amigáveis do mundo. Tal título é facilmente visto pelos turistas. Afinal, além da relação da metrópole ser positiva com quem a visita, a harmonia entre natureza e modernidade amplia a sensação de bem-estar. O terreno cercado de vulcões inativos convive bem com avenidas que beiram belas praias e bairros com lojas badaladas, além de construções grandiosas, como a famosa Sky Tower - onde também há um restaurante e mirante.

Crédito: Thinkstock

Wellington

Tranquilidade é o que define a capital neozelandesa, localizada ao sul da Ilha Norte. Contato frequente com a natureza e atrações culturais - quase sempre gratuitas - proporcionam experiências únicas na cidade, cercada pelo mar e áreas verdes. Visite galerias de arte, museus, parques e praias ou passeie por restaurantes, pubs e cafés próximos à orla. Atrações relacionadas ao filme O Senhor dos Anéis também estão por perto, como o museu e a loja da empresa Weta Digital, responsável pelos efeitos especiais do longa.

Crédito: Thinkstock

Rotorua

É impossível não se apaixonar por Rotorua, região que convive intensamente com atividades geotermais. Localizada na Ilha Norte, a área é formada por vários vilarejos e oferece atrações bem diferentes do que estamos acostumados aqui no Brasil. Há piscinas de lama e águas borbulhantes de tão quentes, além de crateras, gêiseres e lagos. O cenário é ideal para esportes radicais, como ciclismo e paraquedismo, e boa opção para tratamentos com águas termais.

Crédito: Thinkstock

Christchurch

Dona de instituições que atraem estudantes do mundo inteiro e cercada por parques, montanhas, rio e mar, Christchurch garante uma viagem inesquecível. Na segunda maior cidade do país, sempre há opções de cultura, lazer e gastronomia. Destaque à catedral da cidade, feita de papelão, com o objetivo de ser uma obra sustentável. A aproximadamente 3h de carro de Christchurch está a região do lago Tekapo (Lake Tekapo). Por lá, dá para fazer fotos incríveis dos Alpes do Sul ao fundo e visitar a igreja Good Shepherd, com a vista do Mount Cook ao fundo! 

Crédito: Thinkstock

Queenstown

Conhecida como ‘capital da aventura’, Queenstown, na ilha Sul,  está cercada por montanhas, cumes nevados e águas do lago Wakatipu. Aproveite a oportunidade e pratique esportes como paraquedismo, esqui e o famoso bungee jumping no rio Kawarau. Outra atração é a vista do alto do teleférico Skyline

Crédito: Julian Apse/Tourism NZ

Wanaka

A região de Wanaka, na Ilha Sul, é sinônimo de sossego e é um local interessante para se conhecer antes de seguir viagem para West Coast, Queenstown ou Milford Sound – área de fiordes que foi cenário da trilogia O Senhor dos Anéis. Você pode se hospedar em uma das cidades da região, como Wanaka, Cardrona, Lake Hawea ou Makarora para curtir vinhedos, esqui ou saltar de paraquedas. No verão, as belas montanhas e lagos favorecem a prática de canoagem, trilhas e escalada.

Crédito: Rob Suisted/Tourism NZ

Kaikoura

A estrela de Kaikoura, cidade litorânea na Ilha Sul, é a culinária à base de lagosta – símbolo local. Caminhando pela costa, dá para avistar focas, golfinhos, leões-marinhos e até baleias. A região ganhou notoriedade quando o assunto é vida marinha e sustentabilidade, já que é famosa por oferecer passeios que levam os turistas para nadar com os golfinhos em seu ambiente natural (prepare-se para entrar no mar de águas geladas!). A cidade também foi uma das primeiras do mundo a receber a certificação Green Globe 21, o que reforça o compromisso local com a preservação ambiental. Fica a cerca de 2h30 de Christchurch.

 

Atrações

Os apaixonados por aventura não podem deixar de incluir no roteiro dos pacotes para a Nova Zelândia alguns dias para curtir nevepraia floresta, tudo no mesmo dia! Para aproveitar ao máximo este destino do outro lado do mundo, inclua no seu roteiro o vilarejo de Hobbiton, as belezas naturais de vulcões como o Mount Taranaki, as praias de Auckland e muito mais!

Crédito: Thinkstock

Monte Cook

Nos locais mais próximos do mar da Tasmânia, na Ilha Sul, o clima é inconstante e gelado mesmo durante no verão. Entre os destaques está o famoso Mount Cook, ponto mais alto do país, com 3,7 mil metros de altura. O entorno do monte, cercado pelas geleiras do Aoraki Mount Cook National Park, recebe muitos ventos vindos do oceano, o que dificulta o trajeto de alpinistas e voos de helicópteros, mas a paisagem fabulosa compensa o esforço. Prova disso são as frequentes visitas guiadas para trilhas, esqui e escaladas. 

Crédito: Legend Photography/Tourism NZ

Praias

Durante o inverno as águas geladas podem deixar as praias não muito atrativas, mas a paisagem compensa a ida até o litoral em qualquer época do ano. Entre os destinos mais conhecidos está a região de Bay of Islands, lar de 144 ilhas e centenas de praias de areia branca, na Ilha Norte. Ainda na Ilha Norte, há a praia da caverna Cathedral Cove, que fica em uma área de reserva marinha, na Península de Coromandel. Para chegar na caverna, que tem o arco parecido com o de uma catedral, é possível fazer uma trilha com cerca de 1h de duração. Outro lugar incrível é o Parque Nacional de Abel Tasman, localizado no início da Ilha Sul, onde golfinhos e lobos te esperam bem próximo à costa.

Crédito: Thinkstock

Fiorde Milford Sound

Os fiordes (aberturas entre as montanhas por onde o mar entra) guardam as paisagens mais bonitas da ilha Sul. Contornado por águas cristalinas, rochas e cachoeiras, o fiorde Milford Sound é um dos destinos mais visitados do país. O local ficou ainda mais famoso ao se tornar cenário da saga O Senhor dos Anéis. A região de Fiordland engloba este e outros fiordes, além de penhascos e florestas. Para ver tamanha beleza de perto, inclua no roteiro passeios de barco guiados. A cidade mais próxima é Queenstown, a cerca de três horas de carro.

Crédito: Thinkstock

Península de Coromandel

Destino cobiçado no verão, a Península de Coromandel abriga praias, florestas e pequenas cidades. Localizada na ilha Norte – cerca de duas horas de Auckland –, é perfeita para trilhas e mergulhos. A Cathedral Cove, uma espécie de corredor natural de águas termais entre as praias Cathedral Cove Beach, Hahei Beach e Hot Water Bay, está na lista dos principais pontos turísticos. 

Crédito: Rob Suisted/Tourism NZ

Lagos

O atrito entre gelo e rocha, assim como restos de materiais glaciais, dão aos lagos da Nova Zelândia cores impressionantes. No lago Tekapo, a água tem uma forte tonalidade azul turquesa. O lago Tasman é branco, enquanto que o lago Taupo fica na área de um antigo vulcão. Já o Pukaki é famoso pelo azul e também por estar aos pés da montanha Mount Cook, um dos locais filmados na trilogia Hobbit.

Crédito: Chris McLennan/Tourism NZ

Maravilhas geotermais

Por estar localizada em uma área de grande movimentação das placas tectônicas, a Nova Zelândia concentra paisagens quase irreais. As formações geotérmicas criaram cenários incríveis como a Hot Water Bay (praia com águas quentes), o Kerosene Creek (spa natural com águas termais e cachoeiras) e o Ngawha Springs (espaço com lama terapêutica). Outra atração imperdível fica na região de Waiotapu, na ilha norte, é a Champagne Pool. Trata-se de um lago de águas coloridas – efeito da mistura de diferentes elementos químicos.

Crédito: Shutterstock

Geleiras

Há duas geleiras famosas na Ilha Sul, aos pés dos Alpes: a Fox Glacier e a Franz Josef Glacier. Além da beleza natural, há vários pontos de interesse por perto, como cafés, restaurantes e a opção de curtir a paisagem em um voo panorâmico. Como estão no nível do mar, ambos são acessíveis a pé e devem ser visitados com a ajuda de um guia e com os calçados e a vestimenta adequada para caminhar no gelo. Em alguns pontos, a grande quantidade de gelo lembra uma enorme caverna com paredes azuis. Curiosidade: a grandiosidade da Fraz Josef Glacier forma uma espécie de “vale de gelo”.

Crédito: Chris McLennan/Tourism NZ

Rota do vinho

Marlborough, na ilha Sul, está entre as mais renomadas do mundo quando o assunto é vinho, especificamente o vinho branco. Estima-se que a região abrigue 100 quilômetros quadrados de vinhedos e 50 vinícolas. A região de Wairarapa, a cerca de 1h de Wellington, é famosa pelo vinho produzido com as uvas Pinot Noir. Já a cidade portuária de Napier, na região de Hawkes Bay, vai além dos vinhos, já que tem cafeterias apaixonantes e também recebe turistas que chegam de cruzeiro. Outra área em que merece destaque quando o assunto é vinho é Central Otago, com  mais de 80 vinicolas e o melhor, a maioria fica aberta para visitas que incluem degustação do premiado vinho do tipo Pinot Noir.

Crédito: Thinkstock

Parques nacionais

Cerca de 30 mil quilômetros quadrados do território de Nova Zelândia é ocupado por parques nacionais. Espalhadas de norte a sul, estas reservas naturais preservam formações geológicas, animais e vegetação abundante em todos os tipos de terreno. Destaque para o parque Fiordland (onde está o famoso Milford Sound e o Doubtful Sound - o fiorde mais profundo do país!) e ao parque Abel Tasman (com praias, trilhas litorâneas e uma ilha habitada por focas).

Crédito: Reprodução/tepapa-govt-nz

Museu Nacional da Nova Zelândia - Te Papa Tongarewa

Na lista dos 20 melhores do mundo, o Museu da Nova Zelândia se tornou passeio obrigatório em Wellington. As atividades e a infraestrutura moderna resultam em um ambiente agradável para você conhecer a história, a natureza e a cultura maori, tudo de forma interativa, com vídeos e salas temáticas. Também há exposições de arte e serviços como visitas guiadas, eventos para crianças, lojas e cafés. A entrada é gratuita, mas os tours são pagos.

ENDEREÇO: Cable Street, 55 | PO Box 467 | Wellington

Crédito: Sara Orme/Tourism NZ

Terra do Hobbit

Algumas florestas, cavernas e colinas escolhidas para as filmagens das trilogias O Senhor dos Anéis e O Hobbit estão próximas de grandes cidades, como Auckland e Queenstown - para delírio dos fãs! -. As cenas exploraram vários lugares, como os lagos Wakatipu e Glenorchy, mas a atração mais concorrida é o condado de Hobbiton, construído em uma fazenda de Matamata, na Ilha Norte. Cenários inconfundíveis como o Green Dragon Pub e as tocas de Frodo e Bilbo podem ser visitados em passeios guiados.

Crédito: Chris McLennan/Tourism NZ

Trilhas

A variedade de paisagens exuberantes a cada canto do país são verdadeiros convites para caminhar. Há várias trilhas para se aventurar. Na Ilha Sul, é imperdível fazer a trilha Abel Tasman Coast, que inclui mais de 50 quilômetros de praias. A trilha Milford também é sensacional, já que proporciona vistas de lagos, vales e montanhas. Ao norte, o circuito Tongariro Nothern passa por vulcões ativos e crateras. Uma opção mais fácil é a trilha de Blue Lake Track a Rotorua, que passa por lagos e áreas de florestas em que a mata é intocada. Em Rotorua, vale a pena terminar o passeio no Rotorua Skyline Luge, onde a diversão é descer a pista (com várias velocidades) com um trenó.

 

Hotéis

Aproveite o conforto dos melhores hotéis da Nova Zelândia para curtir paisagens incríveis e tudo o que cidades como Auckland e Queenstown têm a oferecer. Confira nossas sugestões e boa viagem!

Novotel Queenstown Lakeside

Cercado pelas belas paisagens de Queenstown, o hotel têm quartos com vista para as montanhas e para o lago Wakatipu, vizinho à propriedade. Você pode relaxar na jacuzzi e aproveitar as facilidades para crianças, como cardápio especial. O conforto dos serviços de restaurante, café da manhã e room service 24h complementam a infraestrutura. 

Reserve já seu hotel na Nova Zelândia!

Millennium Hotel Queenstown

Cercado por janelas amplas e um belo jardim, o ponto alto deste hotel é a vista privilegiada das montanhas. Destaque também ao restaurante The Observatory e ao Club Bar, ideais para provar pratos e bebidas regionais. Os quartos possuem secador de cabelo e o room service funciona 24h. 

Reserve já seu hotel na Nova Zelândia!

Best Western President Hotel Auckland

A localização privilegiada no centro da cidade é um dos diferenciais do President Hotel Auckland. Além do fácil acesso às lojas e espaços de lazer, o empreendimento oferece academia, internet gratuita (limite de 30 minutos) e café da manhã. Todas as acomodações oferecem estrutura para computadores e micro-ondas. Alguns quartos podem acomodar até cinco pessoas. 

Reserve já seu hotel na Nova Zelândia!

Auckland City Oaks

Aproveite o conforto dos quartos equipados com cozinha e amplas janelas com vista para a cidade. Entre os serviços oferecidos estão internet wi-fi gratuita e lavanderia. Além das instalações modernas, o hotel oferece fácil acesso a pontos turísticos, como a Sky Tower, restaurantes, parques e lojas. 

Reserve já seu hotel na Nova Zelândia!

 

Restaurantes

A Nova Zelândia também oferece excelentes experiências gastronômicas e variedade de sabores. Prove pratos da culinária clássica ou contemporânea acompanhados dos melhores vinhos locais. Conheça ainda sorveterias, pubs e cafés. Se preferir, reserve um dia para conhecer o famoso bar dos hobbits. Aproveite!

Crédito: Reprodução/fb/orbitrestaurant

Orbit - Sky Tower

Este restaurante giratório é um dos mais famosos de Auckland. Com vista privilegiada da cidade, do alto da Sky Tower, oferece especialidades locais no cardápio e coleciona prêmios gastronômicos. Também há drinks e excelente carta de vinhos, além de menu específico para crianças.

ENDEREÇO: Top of Sky Tower, entre Victoria e Federal Streets | Auckland

Crédito: Reprodução/thefrenchcafe-co-nz

The French Café

O The French Café serve o melhor da culinária contemporânea. Prove saladas, peixes e doces, tudo feito com frutas e vegetais. Para acompanhar, escolha vinhos nacionais ou importados. A casa também oferece cardápio vegetariano, alterado diariamente. 

ENDEREÇO: Symonds St, 210 | Eden Terrace | Auckland

Crédito: Reprodução/ortega-co-nz

Ortega Fish Shack

Experimente saladas de salmão, vegetais com creme de queijo de cabra e frutos do mar. Os pratos principais sempre acompanham ingredientes marcantes, como manjericão ou purê de gengibre. Você também deve provar as porções de fritas e os doces.

ENDEREÇO: Majoribank Street, 16 | Wellington

Crédito: Reprodução/hobbitontours-com

The Green Dragon Bar

Parte dos cenários da trilogia O Senhor dos Anéis, o The Green Dragon Bar pode ser visitado na vila de Hobbiton. A Taverna do Dragão, com decoração típica da terra dos hobbits, é o local perfeito para experimentar cervejas especiais. Dentre as opções estão combinações com cacau, café ou frutas cítricas.

ENDEREÇO: Buckland Rd, 501 | Hinuera

Crédito: Reprodução/inst/giapokitchen

Giapo Ice Cream

O elogiado sorvete do Giapo Ice Cream é sucesso gastronômico de Auckland. Aproveite a variedade de sabores e as decorações com esculturas de pasta de chocolate. A maior parte dos ingredientes (principalmente frutas) são produzidos na Nova Zelândia. O espaço também serve cafés e bolos.

ENDEREÇO: Queen Street, 279 | Auckland

Crédito: Reprodução/clooney-co-nz

Clooney Restaurant

Além do clima intimista, o Clooney Restaurant se destaca pela mistura das culinárias clássica e contemporânea. Os pratos com ingredientes como peito de pato, carne de cordeiro e alcachofra são repletos de personalidade. Conheça também as sobremesas e a carta de vinho com rótulos da Nova Zelândia, França, Alemanha, África do Sul, entre outros.

ENDEREÇO: Sale Street, 33 | Freemans Bay | Auckland

Crédito: Reprodução/orphanskitchen-co-nz

Orphans Kitchen

O ambiente jovem combina com as receitas inovadoras de sardinha, cordeiro, couve de Bruxelas, salmão, entre outros ingredientes.  O sucesso é tanto que muitas vezes você precisa enfrentar fila para conseguir uma mesa. O Orphans Kitchen ganhou fama pelo ótimo atendimento e ousadia dos pratos, já que o cardápio está sempre mudando. Também há carta de vinhos locais e internacionais, além de sobremesas deliciosas.

ENDEREÇO: Ponsonby Road, 118 | Ponsonby | Auckland

Crédito: Reprodução/pigandwhistle-co-nz

Pig and Whistle Historic Pub

A atmosfera de choperia torna o ambienta do Pig and Whistle Historic Pub informal e descontraído. Este tradicional bar de Rotorua serve uma grande variedade de cervejas, incluindo marcas locais. No cardápio, escolha entre saladas, nachos, sanduíches, porções e grelhados, como file de salmão, frango ou steak de carne. Escolha um dia com shows ao vivo e boa diversão!

ENDEREÇO: Entre Haupapa e Tutanekai Streets | Rotorua

Crédito: Reprodução/jjmurphy-co-nz

JJ Murphy & CO

Com inspiração irlandesa, este pub e restaurante tem clima aconchegante na capital da Nova Zelândia.você pode pedir uma cerveja e um hambúrguer e esperar o seu pedido jogando na mesa de sinuca. Também há refeições, incluindo pratos infantis. Fica a poucos minutos do Museu Nacional da Nova Zelândia.

ENDEREÇO: 119 Cuba | Te Aro | Wellington

Crédito: Reprodução/inst/fergburger_queenstown

Fergburger

A Fergburguer é famosa pelas opções de hambúrgueres vegetarianos e sem glúten. São mais de 15 lanches, além de porções de molhos e porções de batatas. Todos os lanches são grandes e têm custo econômico. Há fila todos os dias por lá e quem a enfrenta uma vez, quer voltar sempre! Outra opção é pedir por telefone.

ENDEREÇO: 42 Shotover St | Queenstown

 

Promoções

 

Observação: O conteúdo do texto acima é meramente informativo. A confirmação dos preços e informações sobre os serviços disponíveis são de responsabilidade das empresas mencionadas.

IMPORTANTE: O conteúdo desta página é protegido por direitos autorais. Fica proibida a reprodução dos conteúdos - textos, figuras e gráficos - do Portal, salvo prévia autorização por escrito da CVC.

*Os valores dos pacotes apresentados nesta página podem variar de acordo com a cidade de origem. Selecione sua localização e confira o menor preço disponível para sua localidade. Todos os preços estão sujeitos à disponibilidade de lugares no ato da reserva. Os valores dos pacotes acima são o total do quarto dividido pela quantidade de passageiros (adulto ou criança ou bebê).