Publicado em 22/03/2016
 
 
Compartilhe:
Confira outras dicas

Aproveite o melhor de Amsterdã em viagens de 2, 3 ou 5 dias!

Em Amsterdã são as bicicletas e os museus que estão sobre os holofotes no dia a dia. Aproveite a visita à cidade para observar os charmosos canais e prédios históricos – cenários incríveis para suas fotos!

De acordo com seu tempo de viagem, dá para encaixar os espaços culturais mais famosos, como a Casa de Anne Frank, o Museu Van Gogh e o Rijksmuseum, bem como curtir a vida noturna nos bares do entorno da praça Dam e do bairro Joordan. Para aproveitar ainda mais o dia, garanta seus ingressos com antecedência e evite fila!

Confira nossas dicas e boa viagem!

 

Observe a beleza da cidade em cima de uma bike! Em Amsterdã há mais de 800 mil bicicletas e várias pontes pra pedalar entre canais (Crédito: Thinkstock)

Reserve as primeiras horas após a saída do aeroporto para relaxar no hotel e sair para passear pelas ruas próximas. Se estiver hospedado na região central, fica mais fácil circular perto do hotel e curtir a arquitetura da praça Dam, cercada de prédios centenários dos séculos 16, 17 e 18. Se preferir, aposte em um passeio de cruzeiro pelos canais ou de ônibus panorâmico.

Reserve a manhã e o início da tarde do dia seguinte para visitar alguns dos mais de 40 museus espalhados pela cidade. Vale a pena conferir a Casa de Anne Frank, com informações curiosas da luta contra o nazismo nos anos 40, e o Rijksmuseum, onde está a praça dos museus, a Museumplein – famosa por abrigar o letreiro ‘I Amsterdam’!

O final da tarde é um bom momento para se aventurar de bicicleta e curtir o cair do sol perto das 9 Straatjes, área com nove ruas repletas de lojinhas e cafés charmosos. Se o seu horário de saída permitir, inclua jantar em um bom restaurante ou divirta-se nos bares da praça Rembrandtplein, próxima ao centro.

 

Na praça Museumplein, os turistas adoram procurar um cantinho para fotos no ícone I amsterdam, de 23 metros de largura (Crédito: Thinkstock)

Com possibilidade de estender a programação, vale a pena incluir no roteiro locais que vão além das atrações mais turísticas mais tradicionais. Áreas de lazer, compras, bairros boêmios e passeios de trem são algumas das opções. Em Begijnhof, um jardim cercado por conjunto de casas históricas, aproveite para relaxar e tirar fotos com as típicas fachadas holandesas ao fundo. Já no parque Vondelpark, dá para relaxar, ir a restaurantes e cafés ou acompanhar uma apresentação no teatro ao ar livre.

Reserve tempo para conhecer o bairro Red Light, famoso pelas mulheres seminuas nas vitrines – por lá, a prostituição é legalizada –, bares e pubs da região de Jordaan ou se jogar nas compras pelas 9 Straatjes ou nas ruas Kalverstraat e Leidsestraat. Se você prefere mais paisagens, dá para conhecer a região dos moinhos de vento, localizada no vilarejo Zaanse Schans, acessível de trem (trajeto de 40 minutos).

 

O mercado flutuante de flores, Bloemenmarkt‎, é centenário e oferece desde as clássicas tulipas até os tipos mais exóticos (Crédito: Thinkstock)

Mais tempo para se planejar significa deixar o roteiro do seu jeito, sem correria! Uma possibilidade é fazer um novo passeio por museus. O Museu Van Gogh, a Casa de Rembrandt e o Museu de Amsterdã rendem ótimos passeios. Considere passar pelo menos uma tarde no Albert Cuyp Market, onde acontece feira com um pouco de tudo, de flores a comidinhas. Dentre as opções de compras ao ar livre há também o Bloemenmarkt‎, tradicional mercado flutuante de flores, onde as barracas ficam na água, ao longo do canal Singel. Para conhecer mais bares e restaurantes, aproveite o cair da noite no entorno da praça Leidseplein, onde é comum encontrar shows ao ar livre no verão ou feirinhas e uma pista de patinação no gelo no inverno.

A cervejaria Heineken também merece visita.  O tour Heineken Experience inclui degustação e passeio na fábrica e no museu da marca. A Biblioteca Pública de Amsterdã (entrada gratuita) é boa pedida para curtir o design interior e a vista da cidade direto do terraço ou das paredes de vidro, presentes em todos os andares. 

De Amsterdã você também pode ir de trem para pequenas cidades próximas, com Roterdã (Holanda) e Bruges (Bélgica), ou até as capitais Londres (Inglaterra), Bruxelas (Bélgica) e Paris (França).

Dica: Melhor época para ver as tulipas

O período em que Amsterdã mais recebe turistas é na primavera (março a maio). Prepare-se para o movimento intenso durantes as semanas em que a cidade respira flores, afinal, além do famoso parque Jardim Keukenhof – que abre apenas uma vez ao ano para apresentar seus sete milhões de flores, entre elas centenas de tipos de tulipas! – os museus, parques, lojas e restaurantes também preparam programações especiais sobre o tema.

Para acessar o Keukenhof, que fica a cerca de 1h30 do centro de Amsterdã, escolha entre ônibus ou trem. Outra opção para garantir sua foto perto das flores é visitar a cidade durante o evento Open Tuinen Dagen (junho), quando jardins particulares de toda a cidade são abertos para visitas durante três dias.

Agora que você já sabe o que fazer na capital da Holanda, confira os nossos preços de voos e hotéis em Amsterdã e boa viagem!

 

 

dica anterior
Ilhas brasileiras guardam paisagens incríveis

próxima dica
Rua 25 de Março comemora aniversário de 151 anos