Publicado em 26/08/2014 | Atualizado em 16/03/2015
 
 
Compartilhe:
Confira outras dicas

Conheça as diferenças entre Bariloche e Vale Nevado e escolha onde esquiar

Passeio de teleférico é opção para quem não sabe esquiar. (Crédito: Thinkstock)

 

Não é necessário ir muito longe para esquiar. Bem pertinho do Brasil há algumas boas alternativas para você conhecer a neve. Se antigamente Bariloche, na Argentina, era uma das únicas opções na América do Sul, agora você também pode ir ao Vale Nevado, no Chile.

Na dúvida sobre qual destino escolher, vale conhecer as principais diferenças entre os dois lugares. Confira as informações que separamos e escolha sua próxima viagem!

A proximidade de Santiago com as montanhas nevadas é um dos pontos positivos de escolher o Chile para esquiar (Crédito: Thinkstock)

Localização

Enquanto Bariloche é uma cidade com ótima infraestrutura ao lado de uma estação de esqui (Cerro Catedral), Vale Nevado costuma ser indicado para quem só pensa em neve, pois está longe do centro urbano.

Por outro lado, Vale Nevado está localizado a cerca de 50 quilômetros de Santiago, o que permite ter como base a capital chilena e fazer passeio de dia inteiro no Vale Nevado. Já Bariloche está a cerca de duas horas de voo de Buenos Aires, impossibilitando um bate-volta.

Proximidade com o Brasil

Para chegar ao Vale Nevado a partir de São Paulo é necessário pegar um avião com destino a Santiago e, de lá, seguir de carro. Os voos duram, em média, 4 horas e normalmente não possuem escalas.

Se o objetivo for desembarcar em Bariloche, será necessário um pouco mais de paciência. Normalmente há uma parada em Buenos Aires, deixando a viagem mais demorada (pode ter até 7 horas de duração). Na alta temporada, porém, algumas companhias oferecem voos diretos entre São Paulo e a cidade argentina.

O lago Nahuel Huapi é um dos destaques da paisagem de Bariloche (Crédito: Thinkstock)

Paisagem

Em Vale Nevado você verá montanhas e paredões da Cordilheira dos Andes. Já Bariloche possui, além de tudo isso, o lago Nahuel Huapi, responsável por proporcionar passeios incríveis de barco.

Vida noturna e gastronomia

Bariloche possui vida noturna agitada, muitos pubs e até casas noturnas; Vale Nevado também tem opções de diversão, mas como este não é o forte do resort, os bares costumam fechar pouco depois da meia-noite.


Bariloche oferece, além do tradicional fondue , muito chocolate e carnes de caça, herança da gastronomia patagônica. Já o Vale Nevado se rende à gastronomia sofisticada da França.

Esqui

A qualidade das pistas de esqui são boas nas duas estações. A diferença é o público-alvo. Enquanto o Vale Nevado possui mais opções aos praticantes do esporte, ou seja, níveis intermediário, avançado e expert, Bariloche apresenta muitas possibilidades para iniciantes. A cidade argentina, porém, também tem excelentes pistas com grau maior de dificuldade.

Até meados de setembro é possível ver as montanhas de Bariloche cobertas de neve (Crédito: Thinkstock)

Quando ir

Os meses de junho, julho, agosto e setembro são os mais indicados para quem deseja curtir uma boa quantidade de neve – e disputar espaço com outros turistas – em Bariloche. A região, porém, oferece atrativos durante o ano todo. Em Vale Nevado, até meados de setembro o visitante encontrará boa cobertura de neve nas pistas.

Confira as ofertas da CVC para Santiago e Bariloche e garanta agora sua viagem!

 

 

próxima dica
O segredo dos cruzeiros: economia, luxo, diversão e praticidade para sua viagem