Publicado em 01/04/2015
 
 
Compartilhe:
Confira outras dicas

Compare as atrações de Buenos Aires e Santiago e escolha seu próximo destino!

Ao planejarmos uma viagem é comum ficar em dúvida entre destinos que são muito parecidos. As capitais do Chile e da ArgentinaSantiago e Buenos Aires, respectivamente – guardam semelhanças como o idioma, a conservação de prédios históricos e parques belíssimos, além de museus, teatros e a possibilidade de passeios incríveis nos arredores. Ao explorá-las de perto, no entanto, as diferenças ficam claras, com vantagens para os dois lados e encantos únicos. Confira!

Quando ir

Conheça o Parque Metropolitano de Santiago e passeie no teleférico (Crédito: Thinkstock)

As duas cidades têm clima parecido, sendo os verões muito quentes e os invernos rigorosos. Santiago fica mais vazia durante o verão, devido às férias escolares. Esta é a época perfeita para conhecer Valparaíso e Viña Del Mar, cidades próximas que ficam no litoral. No inverno, quando os termômetros despencam, as estações de esqui estarão abertas e você poderá aproveitar os Andes nevados. Para conhecer as vinícolas, o ideal é ir de janeiro até março, quando há colheita da uva.

Já para visitar Buenos Aires, escolha os meses da primavera ou do outono, quando o clima é mais ameno e você poderá caminhar pela cidade de forma tranquila. Se pretende viajar nos meses de alta temporada, como julho, agosto, dezembro e janeiro, reserve os hotéis com antecedência, já que a capital portenha costuma ficar cheia de turistas.

Em Buenos Aires, shows de tango podem ser apreciados em plena rua (Crédito: Thinkstock)

O que fazer

Buenos Aires agrada os mais variados públicos, desde grupos de jovens, casais, famílias e até viajantes solitários. Em destaque está a bela arquitetura europeia dos edifícios, cafés com mesinhas nas calçadas, shows de tango, parques e bairros coloridos, que dão charme especial à cidade.

Já a capital do Chile desfruta de uma das vistas mais belas do mundo: a Cordilheira dos Andes, maior cadeia de montanhas do mundo, que ganha contornos avermelhados no verão e fica coberta pela neve no inverno. A metrópole ainda oferece ruas arborizadas, parques, praças, grandes shoppings, prédios históricos e museus.

Vinícolas e tango

Santiago possui muitas vinícolas em seu entorno (Crédito: Thinkstock)

Uma das grandes vantagens de Santiago é aproveitar a viagem para degustar e conhecer o processo de fabricação de vinhos. Os melhores lugares para fazer este passeio são o Valle del San Antonio, na Cordilheira da Costa, e o Valle del Maipo, onde estão as vinícolas mais tradicionais do Chile, com antigas construções coloniais.

Em Buenos Aires, o programa mais tradicional é o tango, que pode ser admirado em casas de shows, cafés, restaurantes e até mesmo nas ruas. Se você procura por uma experiência bem tradicional, vá ao Señor Tango ou na Esquina Carlos Gardel.

Gastronomia

Apreciar a gastronomia chilena e a argentina é um dos atrativos mais deliciosos da viagem pelas capitais sul-americanas. Em Santiago você encontra todos os pratos típicos do Chile, com destaque para as receitas à base de frutos do mar, carne vermelha e frango. Os mais populares são o pastel de Choclo (massa de milho recheada de frango ou pino – carne cozida com cebola) e as empanadas, servidas fritas ou assadas. Em Buenos Aires, comece pelo famoso churrasco argentino, chamado de parrilla e acompanhado de saborosas papas fritas. De sobremesa, experimente os famosos alfajores recheados de doce de leite.

El Caminito é um famoso ponto turístico de Buenos Aires (Crédito: Thinkstock)

Hospedagem

Com custos de hospedagem mais baratos do que no Brasil, Santiago tem ampla oferta de hotéis. Como o deslocamento por metrô é fácil, a localização não será um grande problema na hora de fazer os passeios. Em Buenos Aires, seu estilo que irá lhe ajudar na hora de decidir onde ficar hospedado. No Centro você estará próximo a atrações como a Casa Rosada e a Calle Florida. Já o bairro Recoleta está repleto de cafés, restaurantes, palacetes e hotéis de luxo. San Telmo ficou famoso pela boemia e antiquários.

Lazer

Os Bosques de Palermo são a maior área verde da capital argentina (Crédito: Thinkstock)

Atividades ao ar livre não faltam nestas duas cidades. Em Santiago fica o Parque Metropolitano, com atrações como o Zoológico de Santiago e o funicular (carro que circula sobre trilhos). Lá você admira a Virgem Maria, construída em 1908 e com 36 metros de altura, localizada no cume do Cerro San Cristóbal. Outra colina muito visitada é o Cerro Santa Lucía, localizada no coração de Santiago e que possui jardins, um castelo, além de vista panorâmica da cidade, com a Cordilheira ao fundo.

Buenos Aires não fica atrás e oferece o belo Parque de Palermo, conhecido também como Bosques de Palermo. A principal área verde da cidade possui lagos, rosarium (com várias espécies de rosas), zoológico, jardim botânico, planetário e um jardim japonês. O local é ideal para a prática de esportes, patinar, caminhar e fazer piquenique. Nos arredores da cidade fica o Temaikén Zoo, bioparque que integra Jardim Botânico, Zoológico, Aquário e Museu de História Natural e Antropologia.

O sistema de transporte de Santiago é um dos melhores da América do Sul (Crédito: Thinkstock)

Transporte

Esta é uma das grandes vantagens de Santiago: o metrô de excelente qualidade é muito limpo, eficiente, repleto de mapas e funcionários prestativos. As estações são indicadas por um símbolo de triângulos vermelhos, o que as tornam muito fáceis de encontrar.

A capital portenha, por sua vez, exige um pouco mais de atenção na locomoção. As melhores opções são caminhadas combinadas com percursos de metrô e táxis, que cobram corridas bem baratas. Em Buenos Aires, aliás, o metrô é conhecido como "subte", que leva a diversos pontos da cidade, mas não tem a limpeza e a sinalização como pontos fortes.

Como chegar

A proximidade com o Brasil é um dos fatores que atraem diversos turistas brasileiros a Buenos Aires. O tempo médio de um voo direto entre São Paulo e a capital argentina é de 2h40. A cidade tem dois aeroportos: o Aeroparque, que está próximo ao centro, e o Ezeiza, a 35 quilômetros da região central.

Santiago possui o Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez. O local recebe voos de todos os continentes e é a melhor opção para os turistas brasileiros, distante apenas 15 quilômetros do centro da capital do Chile. O tempo médio de um voo direto entre São Paulo e a capital chilena é de 4h40.

Agora que você já sabe as principais diferenças entre as duas capitais, garanta sua viagem para Buenos Aires ou seu pacote para Santiago!

 

dica anterior
Gramado é eleito o melhor destino do Brasil

próxima dica
Rota Romântica da Alemanha