Publicado em 02/07/2015
 
 
Compartilhe:
Confira outras dicas

Explore oito cidades medievais na sua viagem pela Europa

Uma sociedade organizada ao redor de pequenos comércios e feiras, rodeados por uma grande muralha. Em termos gerais, essa é a imagem mais conhecida das cidades medievais, que tiveram grande importância no desenvolvimento econômico da Europa entre os séculos 11 e 15. Quase mil anos depois, entre sucessivas guerras, crises e renascimentos, algumas delas ainda preservam o visual antigo e recebem visitantes do mundo inteiro, em países como França, Itália, Alemanha e muitos outros.

Cada aglomerado urbano se formava de maneira diferente - as chamadas cidades bastides, por exemplo, se desenvolviam ao redor de um castelo, enquanto outras eram circundadas por fosso, por questões de segurança. Mesmo assim, algumas estruturas eram comuns à maioria das cidades medievais, como praça, mosteiro, jardins, mercado e muralhas. Caminhar por esses antigos vilarejos, explorar vielas, observar as construções de pedra e descobrir suas histórias são como voltar no tempo!

Separamos algumas cidades medievais espalhadas pela Europa, muitas declaradas Patrimônio Mundial pela Unesco, para você se encantar. Confira já!

 
   
   

01 - Cèsky Krumlov (República Tcheca)

A apenas 3h de Praga, a cidade foi declarada Patrimônio Mundial pela Unesco – no centro histórico, carros são proibidos de circular. O principal ponto turístico é o castelo, aberto para visitas, onde se pode apreciar a arquitetura e a arte de séculos passados. Para ter vista panorâmica da região, suba na Round Tower.
(Crédito: Thinkstock)

02 - Óbidos (Portugal)

Com história que data da época de antes de Cristo, a cidade foi ocupada por diversos povos ao longo dos séculos e pode ser vista de longe, de tão altas que são suas muralhas. Fica a apenas uma hora de Lisboa e, entre as atrações locais, estão o castelo construído no século 13, casas típicas, capelas e igrejas. Não deixe de subir na muralha, pois a vista é imperdível!
(Crédito: Thinkstock)

03 - Dinan (França)

Algumas ruas são tão estreitas que em muitas delas os carros nem conseguem passar. Aproveite para conhecer a cidade a pé, a partir da região da colina até o rio Rance. Os pontos mais visitados são o centro histórico, a Basílica de St. Sauveur, a igreja de St. Malo e o chateau de Dinan. As pequenas confeitarias, mercados e lojas de suvenir também fazem sucesso.
(Crédito: Thinkstock)

04 - Córdoba (Espanha)

A cidade possui nítida influência árabe nas construções, sendo que ela também foi ocupada por diferentes povos ao longo de sua história. Inclua no roteiro visita pela mesquita-catedral, no bairro judeu conhecido como Judería, no palácio-fortaleza Alcázar de los Reyes Cristianos e no Tablao El Cardenal. De carro, a viagem leva uma hora partindo de Sevilha.
(Crédito: Thinkstock)

05 - San Gimignano (Itália)

A apenas 1h de Florença, San Gimignano é um verdadeiro museu a céu aberto. Este povoado milenar mostra como as cidades medievais procuravam se defender, erguendo diversas torres – eram mais de 70 na Idade Média. Além dessas construções, o Duomo, o Palazzo Podesta, as praças e as lojas são outros pontos fortes a serem conhecidos.
(Crédito: Thinkstock)

06 - Burford (Inglaterra)

Este vilarejo minúsculo é habitado por cerca de mil pessoas. Apesar de ser asfaltada, sua ponte medieval e antigas casas de pedra dão ar nostálgico à região e indicam o quão antigas são essas estruturas. O Museu Tolsey, um antigo mercado, reúne informações sobre o passado social e industrial da cidade. A secular igreja de São João Batista também reúne alguns objetos históricos.
(Crédito: Thinkstock)

07 - Esch-sur-Sûre (Luxemburgo)

Com população aproximada de apenas 300 pessoas, a pequena cidade encravada na montanha tem as ruínas de seu castelo milenar como atração principal. A torre de observação deste castelo e a capela ali instalada, assim como casas antigas e ruas estreitas podem ser visitadas a pé, com cenário digno de filme.
(Crédito: Thinkstock)

08 - Hallstatt (Áustria)

Este minúsculo vilarejo já era habitado 2.000 anos antes de Cristo e teve suas minas de sal exploradas desde então. Encrustado ao pé de uma montanha e banhado pelo lago Hallstatter, o local possui passeio até as antigas minas, além de abrigar construções antigas, pequenas vielas e paisagem natural impressionante.
(Crédito: Thinkstock)

09 - Rothenburg ob der Tauber (Alemanha)

O centro histórico da cidade é rodeado por uma grande muralha de pedra e torres. Restaurantes e cafés com mesas na calçada são o charme local, além de museus, fortalezas, casario típico de arquitetura enxaimel e ruas de pedra que transportam qualquer um ao passado medieval da Alemanha.
(Crédito: Thinkstock)

dica anterior
Descubra os melhores locais para se hospedar em Orlando

próxima dica
Conheça 11 hotéis imersos na natureza