Publicado em 09/12/2016
 
 
Compartilhe:
Confira outras dicas

Como escolher o intercâmbio ideal

O intercâmbio é uma ótima maneira de conhecer novas culturas e pessoas (Crédito: Thinkstock)

Intercâmbio é uma grande oportunidade de aprofundar os conhecimentos em outra língua, conhecer nova cultura e vivenciar experiências diferentes. Cada vez mais as pessoas buscam essa modalidade de estudo para dar um upgrade no currículo e de quebra viajar para outro país.

Para tornar mais fácil a decisão sobre qual intercâmbio escolher, nós temos algumas dicas. A primeira dela é a escolha do idioma. Não dá para passar meses longe de casa, aprendendo uma língua que você não gosta. Então sempre procure um idioma que tenha afinidade. Exemplo: seu sonho é conhecer a França, mas estudar francês não te anima. Então não tenha dúvidas: busque outra alternativa que o resultado será bem mais produtivo!

Além do idioma, é possível fazer outros cursos durante o intercâmbio. Informe-se na escola pretendida e avalie a grade disponível. Outro importante fator é avaliar seu próprio estilo de vida e gostos pessoais na hora de escolher um país para sua viagem. Se você não dispensa praia e calor, então lugares frios devem ser desconsiderados.

A escolha do intercâmbio tem que estar de acordo com suas preferências de idioma e estilo de vida (Crédito: Thinkstock)

Investimento e trabalho

A palavra de ordem quando se fala em intercâmbio é planejamento. Sempre haverá uma viagem que caiba no seu bolso, mas é muito importante fazer um levantamento de todos os custos com acomodação, curso, alimentação, etc. Em alguns países é permitido o trabalho legalizado ao fazer o intercâmbio, o que pode te ajudar nas despesas durante o curso, mas é preciso verificar se a escola está na lista de concessão de trabalho designada pelo governo local.

A CVC possui diversas opções de pacotes de intercâmbio e um deles é a sua cara! São cursos de inglês, espanhol, francês em países como Estados Unidos, Canadá, África do Sul, Argentina, Espanha, França, Inglaterra, Austrália e Nova Zelândia, entre outros. Os pacotes variam entre 2 a 25 semanas e contemplam vários tipos de acomodação: campus universitário, casas de família, hotel e residência estudantil.

Cada pacote tem vantagens específicas. Mais uma vez, é o seu perfil e valor de investimento que irá determinar qual a escolha ideal. E esqueça o papo de que intercâmbio é coisa de jovem. Cada vez mais pessoas de todas as idades têm procurado por esta modalidade para reforçar o currículo ou se aprofundar em um idioma. Já escolheu o seu? Então boa viagem!

dica anterior
Confira as regras para viajar de avião com seu animal de estimação