Publicado em 27/01/2015
 
 
Compartilhe:
Confira outras dicas

Descubra a exótica Tailândia e surpreenda-se com paisagens incríveis

Localizada no Sudeste asiático, a Tailândia sempre integra a lista de países exóticos mais cobiçados pelos viajantes que buscam aventura em um país completamente diferente do nosso. O destino oferece experiências incríveis em templos, ruas movimentadas e praias paradisíacas. Some a isso variedade cultural, gastronomia saudável e cheia de sabores, arquitetura rica em detalhes e a atmosfera tranquila que só o budismo pode oferecer.

Confira as principais informações sobre este lugar incrível e programe agora sua viagem!

O arquipélago de Phi Phi ganhou o mundo em filmes e não para de receber turistas em busca de praias que parecem irreais de tão bonitas (Crédito: Thinkstock)

As praias dos sonhos

Incluir as ilhas do sul da Tailândia no seu roteiro é obrigatório! No pequeno arquipélago de Phi Phi a vegetação e as rochas contornam as praias de areia clara e água azul-turquesa. Para chegar até lá, você precisará da ajuda de barqueiros, então lembre-se de pesquisar e agendar com antecedência. A paisagem, cenário das gravações do filme A Praia, compensa a viagem. Você pode se hospedar na região, mas os tours de bate-volta são mais comuns.

Quem se hospeda na ilha Phuket, que também abriga praias incríveis, encontra hotéis confortáveis e pode fazer o trajeto até Phi Phi num ferryboat em aproximadamente duas horas.

Bangcoc

A avenida Khao San Road é referência em Bangcoc. Por lá, sempre há barracas de comida e souvenirs, lojas, bares e restaurantes movimentados (Crédito: Thinkstock)

A capital do país é um resumo da diversidade encontrada na Tailândia, com tradição e modernidade praticamente no mesmo espaço. Há restaurantes, mercados de rua, mercados flutuantes e espaços dedicados às massagens por toda a cidade - vale lembrar que as massagens fazem parte dos costumes locais e não têm conotação sexual. A avenida Khao San Road é endereço de barracas que vendem um pouco de tudo, além de bares e agitada vida noturna. Perto dali, porém, o silêncio predomina nos templos milenares.

Na lista dos pontos turísticos, inclua o Grande Palácio Real (famoso pelos detalhes em ouro e pedras preciosas), jardins belíssimos e o templo do Buda de Esmeralda. O templo Wat Arun, que domina a paisagem às margens do rio Chao Phraya, também merece atenção.

O Wat Rong Khun, ou templo branco, é uma verdadeira joia arquitetônica. Os detalhes da obra minuciosa representam o céu e o inferno (Crédito: Thinkstock)

Templos

Saindo de Bangcoc, a dica é visitar Chiang Mai (a cerca de oito horas de carro da capital), cidade com mais de 700 anos de história e endereço de aproximadamente 300 templos. Os principais santuários são o Wat Doi Suthep, instalado no alto de uma montanha, e o Wat Rong Khun, totalmente branco. A região também abriga vales, está cercada por comunidades indígenas e rende passeios com elefantes.

Para comer bem

A Tailândia se torna referência mundial quando falamos de gastronomia saudável. Quase tudo é feito à base de macarrão, pescados e arroz. Ingredientes leves como especiarias, amendoim e coco também integram as receitas.

Além disso, enquanto na América a comida de rua é sinônimo de fast-food e alimentos gordurosos, na Tailândia você pode - e deve - experimentar a comida de rua e os pratos encontrados em barracas sem medo de engordar.

Um dos locais mais procurados da costa de Krabi é a Tham Phra Nang, uma caverna formada abaixo de um penhasco e conhecida pela bela vista do pôr do sol (Crédito: Thinkstock)

Ao ar livre

Os mais aventureiros podem reservar alguns dias para praticar esportes e outras atividades perto da natureza. Com voos de cerca de uma hora saindo de Bangcoc, você chega a Krabi, onde há pontos de escalada e cavernas. O percurso é parecido para acessar a ilha Koh Tao, ideal para mergulho. Passear de barco pelo rio Uthai Than rende trajeto tranquilo por belas paisagens.

Para ter sorte

Festivais de lanternas e luzes refletidas na água colorem os céus, rios e lagos da Tailândia. Estas ocasiões costumam homenagear Buda e muitas têm como objetivo atrair boa sorte. Os festivais mais tradicionais acontecem em novembro, mas a data não é fixa. Programe-se com antecedência!

Antes de embarcar

A Tailândia não exige visto de brasileiros, porém, é obrigatória a apresentação de Certificado Internacional de Vacinação contra a febre amarela. A porta de entrada dos turistas é o Aeroporto Internacional de Bangcoc.

O tradicional festival de lanternas Yee Peng, em Chian Mai, acontece em novembro (Crédito: Thinkstock)

Quando ir

O calor predomina durante o ano inteiro, com média de 30 graus. Para visitar as ilhas é importante considerar o período das monções, que acontecem em épocas diferentes em cada região. Nas ilhas Phuket, Phi Phi e Krabi (Mar de Andaman - costa oeste) os meses de dezembro a março são os melhores para não se preocupar com as chuvas. Já as ilhas Koh Samui, Ko Phangan e Koh Tao (Golfo da Tailândia - costa leste) é melhor visitar de fevereiro a setembro.

Como circular

Para se deslocar na Tailândia, o ideal é utilizar táxis ou alugar carro - em Bangcoc também há táxis aquáticos. Você também pode utilizar trens ou aviões para circular entre cidades e ilhas.

 

 

dica anterior
Confira os feriados de 2015 e planeje sua viagem!

próxima dica
Viaje pelos lugares mais misteriosos do mundo