Publicado em 23/10/2015
 
 
Compartilhe:
Confira outras dicas

Conheça Curitiba além do Jardim Botânico e se surpreenda com esta cidade maravilhosa!

Você provavelmente conhece o principal cartão-postal de Curitiba: o Jardim Botânico, com sua estufa metálica que ilustra todas as reportagens sobre a capital do Paraná. Pois saiba que este é apenas um dos muitos atrativos da cidade, conhecida pelo sistema de transporte público modelo, além do desenvolvimento urbano que anda de mãos dadas com a preservação ambiental. Isso significa que ela é moderna sem, contudo, perder o colorido da mãe natureza.

As áreas verdes, aliás, são grandes trunfos e chamam a atenção de quem visita Curitiba. São mais de 30 praças e parques, incluindo o parque Tanguá, o Barigui e o Jardim Botânico. No roteiro turístico ainda estão um centro histórico charmoso, museus, memoriais, restaurantes e bares animados. Confira!

Jardim Botânico é a principal atração de Curitiba (Crédito: Thinkstock)

Jardim Botânico

O principal ponto turístico de Curitiba, inaugurado em 1991, foi inspirado nos jardins franceses. Logo na entrada seus visitantes são recepcionados com um grande tapete de flores. A estufa abriga diversas espécies de plantas, além de ser espaço para exposições, biblioteca e auditório.

Ópera de Arame

Bela por dentro e por fora, a Ópera de Arame tem estrutura tubular, com teto transparente. Fica no Parque das Pedreiras, em meio a lagos com carpas e cascatas. Tem capacidade para 2.400 espectadores e palco de 400 metros quadrados destinado a apresentações artísticas e culturais.

Tanguá

Construído no local onde antes existiam duas pedreiras, o parque possui mirantes para matas, lagos e para uma cascata de 40 metros de altura. Ali você encontra ciclovias, prédio com três andares com loja e bar, além de um túnel artificial que pode ser visitado a pé.

Parque Barigui

Localizado no centro da cidade, possui lago gigantesco, pistas de corrida, caminhada, ciclovia, quadras de esporte e equipamentos de ginástica. Aproveite e faça happy hour nas churrasqueiras, equipadas com mesa e bancos. No parque ainda funciona o Museu do Automóvel, parque de diversões, centro de exposições e auditório.

Memorial Ucraniano fica no Parque Tingui (Crédito: Thinkstock)

Memorial Ucraniano

Um dos locais mais interessantes da capital fica no Parque Tingui. O complexo é composto por uma réplica da capela de São Miguel, uma casa típica, palco e portal, sendo todas as construções feitas com madeira encaixada, ao estilo ucraniano. No local são realizadas a Festa da Colheita e a Festa de São Nicolau (outubro e novembro, respectivamente).

Universidade Livre do Meio Ambiente

Este local diferente integra arquitetura e meio ambiente. Encravada no Bosque Zaninelli, desfruta de mata nativa e um lago com oito metros de profundidade. A sede integra-se com o meio ambiente e uma rampa em espiral dá acesso às salas de aula e a um mirante de 25 metros de altura.

Museu Oscar Niemeyer

Mais conhecido como “Museu do Olho”, devido ao seu formato, é hoje o principal museu do Paraná e foi projetado por Oscar Niemeyer. No acervo estão obras contemporâneas, exposições temporárias, esculturas nos jardins e um charmoso café.

Centro Histórico

Popularmente conhecido com Largo da Ordem, o centro histórico compreende o atual bairro de São Francisco e parte do Centro de Curitiba. Inclui construções como o Museu Paranaense, a Mesquita Imam Ali Ibn Abi Talib e o Palácio Garibaldi. Aos domingos acontece uma tradicional feira, com barraquinhas de artesanato, roupas, brinquedos, antiguidades e delícias da gastronomia curitibana.

Conheça os prédios históricos do centro de Curitiba (Crédito: Thinkstock)

Passeios

A partir de Curitiba você também pode fazer passeios incríveis, como a Estrada da Graciosa, repleta de muito verde, construções antigas lojas de produtos típicos e mirantes. Outra opção muito procurada é o de trem até Morretes, passando pela Serra do Mar. E se você não dispensa um bom vinho, vale a pena fazer o Caminho do Vinho, roteiro que abrange a Colônia Mergulhão, com cantinas, adegas, restaurantes e pousadas. Escolha o que combina mais com você e divirta-se!

 

 

dica anterior
Conheça o Brasil a bordo de um navio

próxima dica
Os caminhos para Machu Picchu