Publicado em 23/02/2016
 
 
Compartilhe:
Confira outras dicas

Madeira é reduto de natureza, história e gastronomia únicas

A Ponta de São Lourenço tem espécies vegetais diferentes de toda a ilha, além da única praia de areia preta natural da Madeira (Crédito: Thinkstock)

 

As casinhas de Santana são tradicionalmente pintadas com as cores branca, vermelha e azul (Crédito: Thinkstock)

A apenas 1h40 de voo de Lisboa, Madeira é a principal ilha do arquipélago de mesmo nome, localizado no oceano Atlântico a sudoeste de Portugal, com atividades para todas as idades e gostos. Desde os mais pacatos até os mais aventureiros encontrarão o que fazer por aqui, sempre com paisagens deslumbrantes ao redor.

Uma das principais é a parede de rochas mais alta da Europa, o Cabo Girão, na cidade de Câmara de Lobos – do seu topo, a 580 metros, observa-se uma pequena praia de areia escura. Outro destaque é o Pico do Areeiro, a 1.810 metros de altitude, que impressiona pela proximidade que você vai ter com as nuvens – isso mesmo, nuvens! Já os visitantes das Grutas de São Vicente conhecerão caminhos subterrâneos antiquíssimos, traçados por uma erupção vulcânica há centenas de milhares de anos, além de museu multimídia e filme em 3D sobre as origens do planeta Terra.

 

Rochas vulcânicas completam o cenário dentro das piscinas naturais de Porto Moniz, enchidas pela alta da maré (Crédito: Thinkstock)

Outro cartão-postal da Madeira é a Floresta Laurissilva, vegetação típica que cobre a maior parte da região e foi declarada Patrimônio Natural Mundial pela UNESCO. Você pode conhecê-la caminhando pelas chamadas levadas, canais de irrigação erguidos desde a descoberta da ilha, que acabaram por se transformar em trilhas também.

Aliás, não faltam opções de lazer por aqui, como a escalada no Caniçal, trilhas de mountain bike no Poiso, saltos de asa delta e parapente, praias boas para surfe como a de Ponta do Sol, mergulho, safáris de jipe, piscinas naturais em Porto Moniz, entre outras. A ilha tem aventura e diversão pra ninguém colocar defeito! Mas quem quiser um programa mais leve deve conhecer a parte histórica e cultural da Madeira, que também não deixa a desejar.

 

Com vista impressionante para o Oceano Atlântico, o Cabo Girão é um dos pontos mais visitados da ilha (Crédito: Thinkstock)

Uma das atrações mais tradicionais nesse sentido é o famoso carro de cesto, um tipo de trenó feito de vime e estofado por dentro, que desliza no asfalto sobre patins de madeira. O veículo, que era transporte utilitário no século 19, hoje carrega duas pessoas por passeio e se tornou uma experiência imperdível! Ele é conduzido ladeira abaixo pelos seus pilotos, conhecidos como carreiros, em um trajeto de dois quilômetros na capital Funchal. Já a vizinha ao sul, Santana, é conhecida por suas casinhas típicas, antigas construções triangulares feitas de madeira e cobertura de colmo – sua miniatura é um dos principais suvenires da ilha.

Agora, visitar a Madeira e não experimentar seu tipo único de vinho, um dos cinco grandes do mundo, é imperdoável. Com processo todo especial e original de preparação, ele harmoniza com aperitivos, frutos, bolos, queijos e peixes, de acordo com a categoria da bebida. O mais curioso é que o vinho pode chegar a quase 300 anos armazenado! Outra iguaria local que você precisa experimentar é o bolo do caco, pão de trigo assado tradicionalmente em uma pedra de basalto quente. Ele costuma ser servido como entrada, acompanhado com manteiga de alho.

 

Essas são só algumas atrações pra você aproveitar por aqui, mas não vamos contar tudo – o restante você precisa conhecer na sua viagem para a Ilha da Madeira. Confira já nossas opções de passagens aéreas para Funchal e garanta a sua!

 

dica anterior
Descubra as cavernas mais bonitas do mundo!

próxima dica
Opções para viajar nesta Páscoa!