Publicado em 01/12/2015
 
 
Compartilhe:
Confira outras dicas

Visite a praia do Cassino, no Rio Grande do Sul – a maior do mundo!

Fora de temporada, as largas faixas de areia da praia do Cassino costumam ser mais vazias (Crédito: Pulsar Imagens)

 

Passeios nas vagonetas dos molhes são uma das atrações mais diferentes da região (Crédito: Pulsar Imagens)

O Rio Grande do Sul é conhecido pelos destinos de campo, além das tradições da gastronomia e cultura de seu povo. Porém, a milhares de quilômetros do famoso litoral nordestino, o Guinness World Records considera o estado gaúcho como dono da maior praia do mundo – a praia do Cassino, que vai de Rio Grande até o Chuí, na divisa com o Uruguai. Ela é a principal atração do Balneário Cassino, um dos primeiros do Brasil, a mais de 300 quilômetros de Porto Alegre.

Com 224 quilômetros de extensão, tem faixa de areia larga e plana – onde até os carros podem estacionar – e atividades que atraem visitantes sul-riograndenses, uruguaios e argentinos. A opção de lazer mais comum na região é aproveitar esta orla interminável para caminhadas, corridas, observação de aves migratórias e até passeios de bicicleta.


O pôr do sol na praia do Cassino é o cenário ideal para caminhadas tranquilas (Crédito: Pulsar Imagens)

Já a atração mais curiosa de lá são os Molhes da Barra, estruturas que avançam quatro quilômetros mar adentro, construídas para garantir a profundidade do canal de navegação que dá acesso ao porto da cidade. Sobre essas construções, foram colocados trilhos com vagonetas (pequenos carrinhos movidos a vela ou empurrados) que percorrem o trajeto com visitantes. Aqui você pode conhecer a paisagem do oceano Atlântico, pescar, observar leões-marinhos que se refugiam no local e, com sorte, ver até golfinhos nadando.

Ao longo da costa, outras atividades comuns são conhecer as dunas de areia, o navio Altair (encalhado nos anos 1970), os nostálgicos faróis da Sarita, Albardão, Verga e do Chuí, e as ruínas do antigo cassino que existiu na região (e deu a ela esse nome), segundo moradores mais antigos. Eventualmente, chegam ali praticantes de windsurfe e aventureiros que percorrem toda a extensão da praia, inclusive montando acampamento para pernoite ao longo dos dias de trajeto.


dica anterior
Budapeste: confira curiosidades e atrações!

próxima dica
Confira as árvores de Natal pelo mundo!