Publicado em 10/03/2016
 
 
Compartilhe:
Confira outras dicas

Visite 13 museus pelo mundo de graça!

A Galeria dos Mapas, nos Museus do Vaticano, abriga 40 pinturas nas paredes, representando as posses da Igreja no século 16 (Crédito: Thinkstock)

Uma das melhores formas de economizar na viagem é procurar atrações gratuitas nos destinos pra onde está indo. Vários museus pelo mundo oferecem entrada sem custo em dias específicos ou até em todos os dias de funcionamento, como o Museu de Arte Moderna de Paris, o Daimler Contemporary em Berlim, os Museus do Vaticano e tantos outros.

Montamos uma lista com 13 opções em diferentes países pra você ficar esperto já na sua próxima viagem. Observe que a programação de gratuidade pode mudar conforme o passar do tempo e número de visitantes (grupos geralmente pagam), então confirme as informações diretamente com o estabelecimento antes de fazer sua visita. E lembre-se de chegar cedo, pois muita gente quer aproveitar os dias de gratuidade – e as filas podem ser demoradas.

Economize com nossas dicas e aproveite!

 

Museum of Modern Art - MoMA
Nova York, EUA

Considerado um dos maiores e mais antigos museus do mundo, a instituição exibe coleção permanente com cerca de oito milhões de peças de todas as partes do planeta. Entre os destaques estão a Pedra de Rosetta (utilizada para decifrar hieróglifos egípcios), múmias, armaduras de samurais japoneses, entre outros objetos milenares. Aproveite e garanta já suas passagens aéreas para Nova York.
Quando entrar de graça: todos os dias.

Museu Afro Brasil
São Paulo, Brasil

Localizado no Parque Ibirapuera, o local reúne grande acervo de pinturas, esculturas, fotografias e outros itens, produzidos por artistas nacionais e estrangeiros, retratando a influência africana e afro-brasileira no desenvolvimento da nossa sociedade. Uma biblioteca e um auditório completam o a área do museu.
Quando entrar de graça: sábados.

British Museum
Londres, Inglaterra

Considerado um dos maiores e mais antigos museus do mundo, a instituição exibe coleção permanente com cerca de oito milhões de peças de todas as partes do planeta. Entre os destaques estão a Pedra de Rosetta (utilizada para decifrar hieróglifos egípcios), múmias, armaduras de samurais japoneses, entre outros objetos milenares.
Quando entrar de graça: todos os dias.
(Crédito: Thinkstock)

Nicholson Museum
Sydney, Austrália

O museu mais antigo do país fica na Universidade de Sydney e abriga cerca de 30 mil objetos de todos os continentes, entre artefatos arqueológicos e obras de arte. Coleções egípcias, gregas, italianas, cipriotas e do Oriente Médio reúnem esculturas, cerâmicas, peças de bronze e vidro, múmias, amuletos, inscrições em papiro e muitas outras.
Quando entrar de graça: todos os dias.

The National Museum of China
Pequim, China

A coleção do principal museu chinês, na famosa Praça da Paz, ultrapassa um milhão de itens. Entre eles estão desde objetos de dinastias antigas até do período atual do país, após a fundação da República Popular da China, englobando período de mais de cinco mil anos de história.
Quando entrar de graça: todos os dias.
(Crédito: Thinkstock)

Nationalmuseet
Copenhague, Dinamarca

Além de obras de artistas como Ticiano, Tintoretto, Rembrandt e outros de renome, o local reúne perto de 250 mil peças que representam também a história e a cultura do país, contando o desenvolvimento da Dinamarca desde a Era do Gelo até os dias atuais, destacando a tradição viking. Confira também nossas opções de pacote para Copenhague.
Quando entrar de graça: todos os dias.

 

Smithsonian's National Air and Space Museum
Washington DC, EUA

Próximo do Capitólio, na capital americana, aqui você encontra a maior coleção de naves espaciais e aeronaves do mundo todo. Máquinas históricas estão em exibição, como o bombardeiro que lançou a primeira bomba atômica em Hiroshima, no Japão, o Virgin Atlantic GlobalFlyer, primeiro avião a atravessar o oceano Atlântico em voo solo sem escalas, entre muitos outros.
Quando entrar de graça: todos os dias.
(Crédito: Thinkstock)

Museu de Arte Moderna de Paris
Paris, França

Grandes artistas estão representados neste museu. Andreas Gursky, Christian Boltanski, Matisse e Picasso são alguns deles, por obras que percorrem diferentes movimentos artísticos e suportes, como pintura, fotografia, instalações, vídeo e escultura. Conheça agora nossas opções de hotéis em Paris e garanta sua hospedagem com preços promocionais.
Quando entrar de graça: todos os dias.

 

Museus do Vaticano
Vaticano, Itália

O menor estado do mundo abriga um complexo de museus impressionantes, com áreas e peças mundialmente conhecidas. Capela Sistina, Salas de Rafael e Galeria dos Mapas são algumas delas. Dependendo do seu interesse pelas exposições, pode-se levar o dia todo para a visita.
Quando entrar de graça: no último domingo do mês.
(Crédito: Thinkstock)

 

Daimler Contemporary
Berlim, Alemanha

A vantagem de visitar este museu é pela variedade de obras a conhecer, seja lá quando você for à capital alemã: quatro vezes por ano sua coleção é renovada. Simples assim! Entre os trabalhos estão pinturas, esculturas, fotografias e videoarte produzidos por centenas de artistas internacionais dos mais diversos movimentos artísticos do século 20, como minimalismo, concretismo, construtivismo, entre tantas outras.
Quando entrar de graça: todos os dias.

 

Museu da Eletricidade
Lisboa, Portugal

Localizado em uma região com diversos atrativos turísticos, a instituição tem exposição permanente com o maquinário original da antiga usina termoelétrica Central Tejo, além de maquetes e espaços lúdico-didáticos que abordam a produção de energia. Exposições temporárias de arte completam a programação local.
Quando entrar de graça: todos os dias.
(Crédito: Thinkstock)

 

Te Papa Tongarewa
Wellington, Nova Zelândia

O museu nacional do país, também conhecido como Our Place, apresenta grandes coleções relacionadas à história, história natural e cultura da Nova Zelândia e do povo maori. Aqui você contempla desde artefatos ancestrais do povo local até instalações de alta tecnologia.
Quando entrar de graça: todos os dias.

 

Museu Reina Sofia
Madri, Espanha

Aqui está a pintura cubista Guernica, uma das principais obras de Pablo Picasso. Só esse ponto já vale a visita! O museu também expõe peças dos surrealistas Salvador Dali e Joan Miró, além de esculturas, pinturas e outros exemplares de diferentes movimentos artísticos. Seu acervo é considerado um dos mais importantes de arte moderna da Europa! Não perca a chance de conhecer essa e outras atrações – garanta seu pacote de viagem para Madri.
Quando entrar de graça: das 19h às 21h às segundas, quartas e sábados, e das 13h30 às 19h aos domingos.

 

dica anterior
Conheça a Grã-Bretanha e descubra destinos incríveis!

próxima dica
Conheça os melhores roteiros gastronômicos do mundo!