Publicado em 09/12/2015
 
 
Compartilhe:
Confira outras dicas

A pé em Berlim: descubra o que fazer na capital alemã, à base de caminhada

Por muito tempo, o Portão de Brandemburgo foi a única entrada de Berlim. Hoje é considerado um dos símbolos da Alemanha (Crédito: Thinkstock)

Existem destinos pelo mundo que parecem ter sido feitos pra quem gosta de bater perna. Vielas escondidas, monumentos cheios de detalhes, pontos turísticos em sequência e relevo plano são ótima oportunidade para passeios a pé, dando chance ao visitante de explorar a região com mais atenção.

Da cabine a 203 metros de altura da torre, é possível enxergar até 40 quilômetros adiante (Crédito: Thinkstock)

Iniciamos com a capital alemã uma série de posts para os amantes de uma boa caminhada. Seja num ritmo mais lento e contemplativo, seja para quem quer passar o dia gastando sola de tênis, com certeza você vai encontrar um destino para os chamados walk tours que combina com a sua viagem. Confira já nossas opções de passagens para Berlim e economize.

Protagonista e sobrevivente a duas Guerras Mundiais, Berlim transpira história. Em todo lugar há um monumento diferente a se conhecer. Uma das opções é começar pelo centro da capital, pela Torre de TV para ter vista aérea da cidade e conhecer o Nikolaiviertel, às margens do rio Spree, bairro totalmente reconstruído após a derrota alemã na Segunda Guerra Mundial. Siga dali para a Ilha dos Museus, onde também fica a Catedral de Berlim, depois para o Memorial do Holocausto, o colossal Portão de Brandenburgo e, por último, o Reichstag, a sede do Parlamento Alemão.

O Checkpoint Charlie costuma ter pessoas vestidas de soldados, que tiram fotos com os visitantes (Crédito: Thinkstock)

Um dos lugares que não pode ser esquecido são os restos do Muro de Berlim, que dividiu o país na época da Guerra Fria. Fazendo o roteiro mais completo, com cerca de cinco horas de duração, você pode começar pelo Checkpoint Charlie, onde ficava um antigo posto militar para controle de acesso entre as fronteiras ocidental e oriental. Em seguida, conheça o centro de documentação Topografia do Terror, com uma parte do muro, e a galeria de arte a céu aberto East Side Gallery. Para finalizar o passeio, o Memorial do Muro de Berlim dá uma verdadeira aula de história sobre o assunto, além de abrigar um dos trechos mais preservados do muro.

Além desses, a capital alemã possui inúmeros outros roteiros para você fazer a pé. Aproveite para reservar seu hotel em Berlim e programe sua próxima viagem.

 

dica anterior
Confira aquários incríveis pelo mundo

próxima dica
2, 3 e 5 dias em Fernando de Noronha