Publicado em 13/11/2015
 
 
Compartilhe:
Confira outras dicas

Prepare-se para muita aventura e beleza natural pelas chapadas do Brasil!

Se o objetivo da sua próxima viagem nacional é ir além de praias e grandes cidades, inclua já um roteiro pelas chapadas brasileiras na sua lista! Várias dessas formações, caracterizadas pelo topo achatado, estão concentradas nos estados de Goiás, Mato Grosso, Ceará e Bahia. As chapadas são destinos perfeitos para encontrar tranquilidade, praticar esportes radicais e apreciar a natureza intocada, além de economizar na viagem.

Algumas trilhas têm percursos difíceis, mas o esforço é recompensado pelo visual de tirar o fôlego de montanhas e cachoeiras – e você ainda volta para casa de alma renovada! Prepare-se para embarcar nessa aventura com as nossas dicas das melhores chapadas do Brasil. Confira!

Chapada Diamantina

Localizada no interior da Bahia e um dos destinos mais valorizados no ecoturismo, a Chapada Diamantina concentra áreas que rendem fotos incríveis, como a Cachoeira do Buracão, local em que o rio Espalhado afunila entre paredões estreitos de 85 metros de altura. Conheça também o Poço Encantado, onde a água é tão cristalina que faz jus ao nome. O espírito aventureiro domina a maior parte dos passeios pelo Parque Nacional da Chapada Diamantina, mas também dá para curtir atividades mais tranquilas. Conheça as cidadezinhas mais próximas, como Mucugê, Ibicoara e Lençóis, onde a arquitetura histórica já vale a viagem.
(Crédito: Thinkstock)

Chapada dos Veadeiros

Bom motivo para viajar em direção ao centro-oeste do Brasil, a Chapada dos Veadeiros, em Goiás, rende paisagens lindas que misturam áreas montanhosas e água cristalina. Além disso, a viagem pode ser combinada com visita à Brasília, no Distrito Federal. A natureza da região é conservada pelo Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, endereço de lagos de água limpa, piscinas naturais e cachoeiras. Programe-se para conhecer o Vale da Lua, as cachoeiras do rio Cristal e a cachoeira conhecida como Salto do Rio Preto. O parque é declarado patrimônio mundial pela Unesco. (Crédito: Thinkstock)

Chapada dos Guimarães

Cavernas, grutas, cachoeiras e excelentes ângulos para curtir o pôr do sol são alguns diferenciais da Chapada dos Guimarães, que pode ser acessada a partir de Cuiabá, capital do Mato Grosso. As estrelas da região são o mirante da cachoeira Véu da Noiva, com queda de mais de 80 metros, e as vistas do Morro de São Jerônimo e da Cidade de Pedras. Por lá também dá para programar paradas para banho durante as caminhadas, flutuação no rio, rapel e tirolesa. Além de aventura e esportes radicais, a região também atrai viagens a dois, já que o clima mais fresco favorece passeios por restaurantes e feirinhas na pequena cidade de Chapada dos Guimarães, a mais próxima do parque nacional de mesmo nome. Evite o período de dezembro a fevereiro para não ser prejudicado pelas chuvas intensas. Se tiver mais tempo de viagem, vale a pena esticar o passeio até a região norte do Pantanal, no Mato Grosso. (Crédito: Thinkstock)

Chapadas das Mesas

Você pode até não ter ouvido falar da Chapada das Mesas, no Maranhão, mas nem por isso deve descartá-la da lista, ou melhor, pode até aproveitar para não ter que dividir espaço com muitos visitantes. O contraste do verde com o terreno seco do cerrado destaca ainda mais os paredões de rochas do Parque Nacional da Chapada das Mesas. A área é lar de animais selvagens como a onça parda e abriga desenhos rupestres, o circuito de cachoeiras Pedra Caída e as cachoeiras de São Romão e da Prata. A nascente de águas Encanto Azul é outra atração belíssima por lá. Nessa região também há pequenas cidades, como Carolina e Riachão, as quais servem como base para fazer várias visitas ao parque nacional.
(Crédito: Palê Zuppani/Pulsar Imagens)

Jalapão

Paraíso do ecoturismo, a área do Parque Estadual do Jalapão, no Tocantins, tem paisagens naturais incríveis, muitas delas formadas por chapadões e morros. Prepare sua mochila para curtir rios, cachoeiras, lagoas, dunas e os paredões formados pela Serra do Espírito Santo. Entre os destaques está a cachoeira da Velha, no rio Novo. Já na região de Mateiros, dá para tomar banho na cachoeira da Formiga, onde as quedas formam uma espécie de piscina natural com água azul-turquesa. O acesso mais fácil para o Jalapão é pela cidade de Ponte Alta do Tocantins. A capital do estado, Palmas, está a cerca de 120 quilômetros de distância. (Crédito: Zé Paiva/Pulsar Imagens)

 

 

dica anterior
Cânion do Xingó: beleza no sertão de Sergipe

próxima dica
Descubra as maravilhas da Colômbia