Relato de viagem: motorhome pela Califórnia

Por Andreza Rodrigues

Sabe aqueles desenhos animados que despertam a criatividade infantil? Dennis, O Pimentinha era um deles na minha infância e eu sempre me lembro do episódio que o personagem transportava a casa num caminhão.

Os anos passaram, mas aquele sonho de criança não: fazer uma viagem de motorhome! Os motorhomes são verdadeiros hotéis sobre rodas, com uma infraestrutura completa. Eles têm quarto, cozinha, banheiro, sala e até sacada para preparar aquele delicioso churrasco.

Minha primeira experiência com um motorhome foi em uma viagem para os Estados Unidos, onde aluguei um modelo “Classe A” (do tamanho de um ônibus), com capacidade para seis aventureiros. Percorremos uma das estradas mais cenográficas do mundo, a Highway 1, que cruza desde grandes e médias cidades como Los Angeles e Long Beach a pequenos balneários como Malibu e Santa Mônica.

Vivi uma viagem dos sonhos pela Califórnia, com sol, praia, paisagens fascinantes e, principalmente, com a liberdade de explorar cada pedacinho do roteiro, de São Francisco a Los Angeles, parando em qualquer lugar, a qualquer hora. Quanto pôr do sol visto… Ah, que saudade!

Benefícios em viajar de motorhome

 Pegar a estrada beirando o mar dá uma sensação de liberdade, não dá? Agora imagina dirigindo um motorhome sem se preocupar com reserva de hotel, horários de check-in, fazer e desfazer as malas e, ainda, sentir o conforto de casa. Demais, né?

Uma das principais vantagens nas viagens de motorhome é ter autonomia para rodar por onde quiser e quando quiser. Já imaginou, por exemplo, dormir sob a luz das estrelas num trechinho de estrada qualquer e acordar num penhasco com vista para o Oceano Pacífico? Ou ainda jantar com o barulho gostoso das águas da famosa cachoeira MacWay Falls, um dos cartões-postais mais importantes da Califórnia? Algumas experiências ficam registradas para sempre na memória.

Por essas e por outras, a viagem de motorhome vem ganhando cada vez mais o coração dos brasileiros (o meu já foi rendido!), graças a essas três palavrinhas-chave: experiência, flexibilidade e economia – se isso não for o suficiente, ah, não sei o que é. Então, bora falar de economia, um tema que me interessa muito!

Viagem barata pelos Estados Unidos

Viajar de motorhome pode ser uma maneira econômica de tirar férias. Um dos motivos é que você pode preparar a sua própria refeição na estrada, sem se preocupar com gastos em restaurantes. Além disso, como o motorhome é praticamente uma casa sobre rodas, o viajante não fica refém da variação de preço da diária de um hotel de acordo com a região, especialmente na alta temporada.

No entanto, sugiro prever despesas com campings. Mesmo quem opta por estacionar de graça nas vias públicas precisa utilizar a infraestrutura do camping em algumas noites, para despejar o esgoto em um local apropriado e abastecer o motorhome com água limpa. Tomar banhos mais longos também é um benefício, pois no motorhome as duchas são rápidas para economizar água e energia.Além de ter imensa infraestrutura, um camping é muito divertido. O intercâmbio cultural entre os acampantes é enorme, assim como a hospitalidade.

Em Newport Beach, a menos de uma hora de Los Angeles, fiquei em um com dezenas de famílias e motorhomes – a vontade era entrar em todos! Uma exposição dos mais variados tamanhos e estilos, dos mais luxuosos e exóticos aos mais retrôs.

O camping tinha a infraestrutura de um resort, com piscina, spa, ofurô, salão de jogos, enfim, perfeito para se divertir ou relaxar com a família, amigos ou em casal. Consegui fazer a reserva na hora, mas uma dica importante para quem for viajar na alta temporada é reservar os campings com bastante antecedência.

Essa road trip dos sonhos, com mais de 1.000 km percorridos em uma semana, deixou um gostinho de quero mais e me deu a certeza que viajar de motorhome é uma experiência que todos deveriam ter na vida. Não foi à toa que isso me inspirou a fazer o Caminho de Santigo de Compostela, saindo de Portugal, de “autocaravana” (assim é chamado o motorhome por lá). Mas essa história fica para um próximo post.

Quer saber mais? Visite uma loja CVC e ouça esse podcast para ter mais informações: