CVC - Viagens

Bem-vindo a CVC,

alterar senha (sair)


 

Com bela natureza, Pantanal recebe turistas do mundo todo

O Centro-Oeste do Brasil abriga uma das maiores planícies alagadas do mundo, com 150 mil quilômetros quadrados de área: o Pantanal. A região compreende as cidades de Poconé, Cáceres, Barão de Melgaço (todas no Pantanal Norte), Aquidauana, Miranda, Corumbá e Porto Murtinho (estas, no Pantanal Sul). Aqui existem cerca de 2.000 espécies de plantas e mais de 1.000 espécies de animais, diversidade que atrai milhares de turistas estrangeiros. Para conhecer esse paraíso natural, várias atividades estão disponíveis, como safáris fotográficos, passeios a cavalo e barco, observação animal, entre outras. Pela localização geográfica do Pantanal e suas atrações, a maioria das pousadas e hotéis oferece refeições e passeios à sua escolha. Prepare seu repelente, roupas leves, um bom calçado e descubra a natureza do Pantanal!

Crédito: Divulgação CVC  
quando ir

Nas cheias, de fevereiro a maio (norte) e de maio a julho (sul), a vegetação é mais verde, a fauna está menos visível, muitas estradas alagam e há mais mosquitos. Nas secas, entre julho e setembro, a flora não é tão vistosa, muitos animais estão visíveis, as estradas têm fácil acesso e há menos mosquitos.

curiosidades

Como 80% da região fica alagada nas cheias, os primeiros europeus a explora-la pensaram que o Pantanal fosse um mar interno ou lagoa.

Veja mais informações sobre peso da bagagem, voltagem, taxas e aeroporto.
 

Fotos

Seja para qual for o lado que você olhar, o Pantanal está repleto de vida animal e vegetal. Encante-se com as centenas de espécies de mamíferos, aves, peixes, anfíbios e répteis que habitam o local.

Passeio pela Transpantaneira é uma das formas de ter um primeiro contato geral com a natureza do Pantanal (Crédito: Divulgação CVC)
Em alguns passeios, o grupo é acompanhado por um guia em um veículo 4 x 4 adaptado (Crédito: Divulgação CVC)
Aproveite para fotografar a flora do Pantanal, com centenas de diferentes espécies de plantas (Crédito: Thinkstock)
No Pantanal, é uma vantagem ter uma câmera com zoom bom, para registrar a vida animal à distância (Crédito: Thinkstock)
Durante as secas, os jacarés se aglomeram em ilhas ou próximo de regiões que tenham água (Crédito: Thinkstock)
Os jacarés podem passar meses sem se alimentar no Pantanal, esperando a volta do período de cheias (Crédito: Divulgação CVC)
Peixes, insetos, pequenos invertebrados e caramujos fazem parte da dieta dos jacarés no Pantanal (Crédito: Thinkstock)
Tatu-peba está entre as principais espécies deste mamífero no Pantanal (Crédito: Divulgação CVC)
Fêmea do cervo-do-pantanal, uma das espécies ameaçadas de extinção que habitam a região (Crédito: Divulgação CVC)
A onça-pintada é o maior felino da América do Sul e o terceiro maior felino do mundo (Crédito: Thinkstock)
Passeios de cavalo são uma ótima forma de se divertir e conhecer a região (Crédito: Divulgação CVC)
Nos passeios de chalana, é possível observar espécies animais que habitam as margens de rios (Crédito: Divulgação CVC)
Aproveite para fazer trilhas ecológicas pelas matas da região (Crédito: Divulgação CVC)
Canoagem é uma das opções de atividades esportivas praticadas no Pantanal (Crédito: Divulgação CVC)
Borboletas têm a aparência de folhas verdes e amarelas (Crédito: Divulgação CVC)
Ao todo, mais de 1.000 espécies de borboletas foram catalogadas na região (Crédito: Divulgação CVC)
A piranha é o peixe mais pescado e mais presente nas mesas pantaneiras (Crédito: Thinkstock)
É preciso atenção ao cruzar as pontes da Transpantaneira, muitas em mal estado de conservação (Crédito: Thinkstock)
Típica na Amazônia, a vitória-régia também ocorre no Pantanal (Crédito: Thinkstock)
Frutas, insetos e alguns invertebrados são a base da alimentação dos araçaris (Crédito: Thinkstock)
Parente distante dos falcões, o Caracará alimenta-se de insetos, roedores e outras presas fáceis (Crédito: Divulgação CVC)
Ocorrendo em grandes bandos maciços,s galos-da-campina se alimentam de grãos (Crédito: Divulgação CVC)
O gavião-belo é facilmente encontrado à beira de campos alagados, lagos e pântanos, já que se alimenta de peixes (Crédito: Divulgação CVC)
Como diz seu nome, o gavião-caramujeiro se alimenta quase exclusivamente de grandes caramujos aquáticos (Crédito: Divulgação CVC)
O joão-grande, também conhecido como maguari, se alimenta de invertebrados, cobras aquáticas, peixes e anfíbios (Crédito: Divulgação CVC)
A marreca-cabocla é facilmente encontrada nas margens de rios e em campos alagados (Crédito: Divulgação CVC)
Com a baixa das águas, a marreca-cabocla migra para outras regiões (Crédito: Divulgação CVC)
Símbolo do Pantanal, o tuiuiú é a maior ave voadora da região (Crédito: Divulgação CVC)
Vitórias-régias em uma área alagada do Pantanal (Crédito: Thinkstock)
Em qualquer lugar do Pantanal, o visual do pôr do sol é imperdível (Crédito: Thinkstock)
 

Principais atrações

As atividades no Pantanal são todas voltadas à natureza. Se você gosta de aventura ou passeios mais calmos, certamente vai encontrar um que é a sua cara. Confira algumas opções!

Crédito: Thinkstock

Ecoturismo

Tanto no Pantanal Sul quanto no Pantanal Norte, você possui diferentes opções de passeios para se aproximar da natureza local. Observação de aves, tours a cavalo, passeios de chalana, trem e barco, canoagem, safári (diurno e noturno), workshops de astronomia e caminhadas permitem a você viver o dia a dia dos pantaneiros, conhecendo as belezas da fauna e flora. A região abriga a maior concentração do mundo de onças-pintadas, o maior felino das Américas e o mais procurado durante as observações.

Crédito: Thinkstock

Transpantaneira

Ao redor desta estrada de terra com 147 quilômetros de extensão, entre Poconé e a região de Porto Jofre, no Pantanal Norte, é possível observar diferentes espécies de aves sobrevoando a região. Capivaras, jacarés, veados e onças podem ser vistos nas áreas alagadas ao redor, ou mesmo cruzando a estrada. Se fizer o trajeto sem guia, viaje entre junho e outubro, no período da seca – e cuidado ao atravessar as pontes de madeira. Nas cheias, até mesmo um jipe 4x4 pode ter dificuldade no caminho.

Crédito: Thinkstock

Pesca

A lei só permite a pesca na região entre março e outubro, devido à piracema, a época de desova dos peixes. Ainda assim, os amantes da pesca são um dos que mais visitam a região. Mais de 200 espécies de peixes podem ser encontradas ali, em centenas de rios e afluentes. Corumbá e Porto Murtinho são os destinos mais procurados no Pantanal Sul para a prática, enquanto no Pantanal Norte, a vez é de Poconé e Cáceres. Aliás, o maior torneio de pesca motorizada do mundo, o Festival Internacional de Pesca, acontece em Cáceres.

Crédito: Thinkstock

Parque Nacional do Pantanal Matogrossense

Dedicado a proteger a vida natural do bioma pantaneiro, incluindo espécies de animais ameaçadas, o parque tem área com mais de 135 mil hectares, onde você pode observar diferentes mamíferos, répteis, anfíbios, peixes e aves em seus ninhais. Pesca (mesmo esportiva), caça e focagem noturna de jacarés são práticas proibidas no local. Para visitar o parque é necessário solicitar autorização à administração do local com antecedência. A entrada é em Porto Jofre, cidade de Poconé, no Pantanal Norte.

Crédito: Reprodução / serraverdeexpress.com.br

Trem do Pantanal

Quem quiser mais praticidade e conforto para observar a fauna e flora do Pantanal Sul, pode tomar esse trem turístico que percorre mais de 200 quilômetros entre Campo Grande, Aquidauana e Miranda, passando por paisagens do cerrado e do pantanal, entre formações rochosas, rios, cachoeiras, pastagens e algumas construções antigas. O passeio ainda tem histórias contadas pelos guias, ao longo do trajeto. Atente-se aos dias e horários de saída e retorno do trem.

 

Hospedagem

As pousadas e hotéis na região do Pantanal são simples, mas confortáveis. Não espere resorts e grandes infraestruturas, mas com certeza um atendimento muito atencioso e o melhor da culinária local, com aquele sabor de comida caseira.

Pantanal Mato Grosso Hotel

Localizado no Pantanal Norte, o estabelecimento à beira-rio dispõe de quartos com ar-condicionado e frigobar. Aproveite para relaxar na piscina e realizar atividades como passeios a cavalo e barco, trilha e pesca. Para sua comodidade, o hotel oferece café da manhã e pratos da culinária regional.

Reserve agora seu hotel no Pantanal

Pousada Pequi

O estabelecimento fica a apenas um quilômetro do rio Aquidauana, no Pantanal Sul. Além de piscina, aqui você tem safári, trilhas a pé, observação de jacarés, pesca e outras atividades para seu lazer. As acomodações são equipadas com frigobar e ventilador.  A pousada ainda tem internet wi-fi gratuita, bar e restaurante.

Reserve ainda hoje seu hotel no Pantanal

Passo do Lontra Parque Hotel

Situado na Estrada-Parque Pantanal, no Pantanal Sul, o local oferece hospedagem com pensão completa, além de passeios ecológicos, pesca esportiva, sala de TV e salão de jogos para seu entretenimento. O quarto possui ar-condicionado, enquanto o hotel ainda oferece bar, restaurante e estacionamento.

Reserve já seu hotel no Pantanal

Pousada Aguapé

O estabelecimento recebe você a 54 quilômetros do centro da cidade de Aquidauana, no Pantanal Sul. Entre as comodidades oferecidas estão o balcão de turismo para agendamento de passeios, estacionamento gratuito, lojas e internet wi-fi nas áreas comuns (cobrada à parte). Os quartos possuem ar-condicionado e ventilador de teto. Aproveite para se divertir no salão de jogos e na piscina, além de contar com as atividades de pesca e trilha.

Reserve agora mesmo seu hotel no Pantanal

 

Diferenciais

  • Informação

    Guia exclusivo CVC, com dicas e informações sobre o Pantanal

  • Hospedagem e passeios

    Acordo com as melhores pousadas, que oferecem diversas atividades de lazer pelo Pantanal

 

Promoções

 

Observação: O conteúdo do texto acima é meramente informativo. A confirmação dos preços e informações sobre os serviços disponíveis são de responsabilidade das empresas mencionadas.

IMPORTANTE: O conteúdo desta página é protegido por direitos autorais. Fica proibida a reprodução dos conteúdos - textos, figuras e gráficos - do Portal, salvo prévia autorização por escrito da CVC.

*Os valores dos pacotes apresentados nesta página podem variar de acordo com a cidade de origem. Selecione sua localização e confira o menor preço disponível para sua localidade. Todos os preços estão sujeitos à disponibilidade de lugares no ato da reserva. Os valores dos pacotes acima são o total do quarto dividido pela quantidade de passageiros (adulto ou criança ou bebê).

Publicidade

CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens | CNPJ: 10.760.260/0001-19 | Rua das Figueiras, 501 - Jardim – Santo André – SP | CEP: 09.080-370 © 2015 Viagens CVC - Todos os direitos reservados.
Um site validado pela Certisign indica que nossa empresa concluiu satisfatoriamente todos os procedimentos para determinar que o domínio validado é de propriedade ou se encontra registrado por uma empresa ou organização autorizada a negociar por ela ou exercer qualquer atividade lícita em seu nome.