Bariloche: tudo sobre o destino de inverno da América do Sul

Destino de neve preferido dos brasileiros, Bariloche oferece muita diversão nos centros de skis e paisagens impressionantes. A cidade ainda tem atrações que vão além da neve, como deliciosos restaurantes com comida típica e internacional, bares badalados, casas noturnas animadas e até cassinos. Confira o que você verá na sua viagem para a Argentina:

O que fazer em Bariloche? 

Bariloche oferece passeios para todos os viajantes. Veja os principais atrações para você curtir a neve e o friozinho:

Cerro Catedral

 Para quem quer aprender a esquiar ou mesmo já é um praticante deste esporte, não deixe de ir para o Cerro Catedral, centro com pistas de esqui para todos os níveis, muitas atividades na neve e restaurantes. No passeio CVC o viajante tem tempo livre no centro de esqui para aproveitar os 70 km de pistas e atividades como moto de neve. Para subir ao topo da montanha, compre na hora um passe opcional para os teleféricos ou cadeirinhas. Lá no alto há um pequeno shopping, restaurantes, chocolaterias, lojas de aluguel de equipamentos e clube infantil pago.

Circuito Chico

Faça também o passeio panorâmico clássico de Bariloche: o Circuito Chico. Nesta atração você conhece o Lago Nahuel Huapi e visita a Praia Bonita, o Cerro Campanário, com a opção de subir ao mirante, o Porto Pañuelo, de onde avista o Hotel Llao Llao, e a Capela de San Eduardo, neogótica. O passeio é agendado com a equipe CVC que recebe você no aeroporto. O melhor de tudo é que o guia fala português.

San Martin de Los Andes

A 190 km de Bariloche, San Martin de Los Andes é um lugar que o deixará deslumbrado pela Villa La Angostura e pelos vários lagos de tirar o fôlego. Na chegada, visita o complexo turístico de Chapelco, as praias de Quila Quina e Catrite, e o caminho de Arrayanes. No retorno, passa pelo Lago Meliquina, o Rio Traful, o Rio Limay e o Valle Encantado.

Extremo Encantado

Neste passeio você irá de jipe até um refúgio a 1.260 m de altitude, de onde caminhará 40 minutos com raquetes nos pés por um bosque nevado. As paisagens são magníficas, com o Lago Nahuel Huapi ao fundo. Após parar em um mirador, você retornará ao refúgio, onde é o almoço. Passeio sujeito às condições climáticas.

Onde comer em Bariloche?

Confira opções de restaurantes para se deliciar com carnes, cordeiro patagônico, entre outros:

Cuchara

Com linda vista para o lago, a propriedade oferece pratos simples com toques argentinos e boa carta de vinhos. Endereço: Palacios 149. 

Brooklin 

O local destaca-se pelas cervejas artesanais que acompanham pizzas, hambúrgueres e empanadas. Endereço: San Martin 580. 

Pasta de lo Gabriel

Neste restaurante intimista oferece várias massas e ótimos vinhos. Endereço: Elflein, 49.

Parrilla de Julian 

Lá você degusta o tradicional bife de chorizo em um ambiente agradável e informal. Endereço: San Martín, 590. 

Família Weiss 

O restaurante serve fondue e pratos típicos, como cordeiro e truta. A construção é de madeira da Patagônia, com janelões para o lago. Endereço: Calle Palacios, 167. 

El Boliche de Alberto 

Com quase 30 anos de tradição, o local serve suculenta parrilla, bife de chorizo e deliciosas sobremesas com doce de leite. Endereço: Calle Elflein, 158; Calle Villegas, 347; Av. Bustillo, km 8.800

Onde ficar em Bariloche? 

Há diversos hotéis em Bariloche para você escolher. Entre os destaques estão o Soft e Hampton By Hilton Bariloche.

Localizado no centro comercial de Bariloche e poucos metros do Lago Nahuel Huapi, o Soft Bariloche oferece muito conforto na sua viagem para a Argentina. A propriedade oferece wi-fi gratuito e todos os quartos são equipados com TV a cabo e cofre de segurança.

A 200 metros da Playa del Centro e a 1,6 km da Playa del Centenario, o Hampton by Hilton Bariloche oferece várias amenidades, como restaurantes, recepção 24 horas, lounge compartilhado e Wi-Fi gratuito em todas as áreas. É uma ótima opção para ficar em Bariloche. 

Benefícios Exclusivos CVC

Os viajantes que comprarem pacotes para Bariloche com a CVC têm benefícios exclusivos:

  • Chocolateria Rapanui: 15% de desconto na compra de chocolates e na pista de patinação de gelo (das 11 às 16h). Rua Mitre, 202, e base do Cerro Catedral.
  • Nocello Chocolates: 20% de desconto na compra de chocolates durante visita à fábrica ou ao museu; experiência gratuita Chocolateiro por um Dia (de produzir o próprio chocolate) para quem comprar uma das quatro promoções da loja, adquirindo de 1 kg a 4 kg de chocolate. Moreno, 187.
  • Cervejaria Blest: 10% de desconto no local, que serve petiscos e cervejas artesanais. Av. Ezequiel Bustillo, 3.900.
  • Restaurante Cuchara: 10% de desconto e uma taça de espumante de boas-vindas. Palacios, 149.

Informações essenciais

  • Ecotaxa em Bariloche: o município cobra uma ecotaxa para preservação, cuidado com o ambiente e obras de infraestrutura turística. O valor varia de 20 a 65 pesos argentinos (de US$ 1 a US$ 2) por noite, em um máximo de três noites. Se o hóspede ficar duas noites, paga as duas noites. Se ficar cinco, paga apenas por três noites. O pagamento é realizado em dinheiro (peso argentino), no check-out do hotel.
  • Documentos necessários: passaporte válido ou carteira de identidade original (RG) emitida pela Polícia Civil e com foto que identifique o portador.
  • Idioma: espanhol, mas os brasileiros se comunicam facilmente com o portunhol.
  • Moeda oficial: o peso argentino é a moeda oficial do país. Cartões de débito pré-pagos e cartões de crédito internacionais são bem aceitos. Um ótimo benefício é que o real continua valorizado, comparado com o peso argentino. 
  • Fuso horário: o horário é o mesmo de Brasília.

Confira também dicas sobre onde esquiar, onde comer e onde comprar em Bariloche!