Lista com 10 dicas para viajar em família

Viajar é uma das melhores experiências da vida. Mantém o seu coração saudável, diminui o estresse, amplia seu repertório com novas experiências culturais e culinárias, te coloca em contato consigo mesmo, proporciona felicidade, fortalece relacionamentos e muito mais. 

Viajar em família é melhor ainda, ajuda no relacionamento e no desenvolvimento das crianças, além de ser uma experiência rica e inesquecível ao lado das pessoas que você mais ama no mundo. 

Mas, uma viagem em família exige um bom planejamento, ao envolver muitas pessoas em uma viagem é necessário ter organização para que todas fiquem à vontade desde o deslocamento à estadia no destino escolhido. Confira 5 dicas para planejar uma viagem curta!

Esse texto não é apenas para você ler, mas também para compartilhar com as pessoas que você ama para que todos saibam como organizar uma viagem em família.

1. Envolva todo mundo

Para que a sua viagem em família seja inesquecível, você precisa conciliar o desejo de todos os participantes. Todo resultado obtido por meio do nosso envolvimento e esforço proporciona satisfação. 

Reúna a sua família e conversem sobre onde gostariam de ir? Se preferem um lugar quente ou frio? E quais são os passeios e atividades que desejam fazer? É importante ouvir as opiniões de todos os envolvidos, isso poderá expôr algumas oposições, porém é a melhor forma de chegarem a um acordo. Por exemplo, esta viagem será para uma praia, a próxima para a serra e assim por diante.

Ao escutar todas as pessoas que participarão da viagem, facilita a procura pelo destino ideal e você consegue ter mais assertividade ao escolher, garantindo uma experiência memorável para sua família.

 2. Distribua as tarefas

Ficar responsável por todos os assuntos relacionados à viagem pode ser extremamente cansativo e estressante, sem falar que você pode acabar deixando algum detalhe passar despercebido. Por isso, compartilhe as tarefas com os membros da família. 

Deixe alguém responsável por pesquisar os melhores preços de passagens, hotéis ou pacotes de viagem, uma pessoa mais metódica para cuidar dos documentos e acompanhar os requisitos necessários de cada destino, uma para procurar por passeios, calcular rotas, montar um roteiro de viagem e assim por diante. 15 aplicativos de viagem pra facilitar sua vida!

Vale aproveitar o talento de cada participante, por exemplo, se alguém na sua família ama tirar fotos e/ou gravar vídeos, essa pessoa pode ficar responsável por registrar os melhores momentos durante a viagem e criar lembranças inesquecíveis. 

3. Faça um planejamento financeiro

Fazer um bom planejamento financeiro é uma tarefa essencial para quem vai viajar em família, isso evita que você passe por situações complicadas durante a viagem e tenha dívidas nos meses seguintes. 

Analisar suas finanças determinará quais são os destinos que você e a sua família têm condições para conhecerem e o quanto de dinheiro precisarão para arcar com os custos da viagem, se pagarão à vista ou parcelado, por exemplo. Saiba 5 experiências inesquecíveis para viver em uma viagem com seus pais!

Uma dica é tentar economizar ao máximo alguns meses antes para ter uma flexibilidade maior durante a viagem e evitar estresse no pós-viagem. Por isso, procure destinos que caibam no seu orçamento e fuja de gastos supérfluos.

4. Defina o orçamento da viagem

Ter uma previsão do quanto você gastará com a viagem é muito importante para evitar dores de cabeça antes, durante ou após a viagem. Elaborar um controle de gastos pode parecer algo complexo, mas não é. Pesquise e tenha em mente uma média dos gastos com passagens, hospedagem, alimentação, transporte, passeios, compras entre outros. 

Com um orçamento bem definido você sabe a quantia de dinheiro necessária para arcar com os custos da viagem e conseguirá encontrar as melhores oportunidades com antecedência e economizar nos custos fixos.

O ideal é que o orçamento seja diário e inclua todos os gastos da viagem. Entre os principais gastos estão transporte e alimentação, já que normalmente os hotéis ou pousadas oferecem apenas café da manhã e dependendo da localização da sua hospedagem, algumas atrações turísticas podem ficar longe. 

Um ponto positivo de definir um orçamento é que você poderá traçar as melhores opções para sua viagem, por exemplo, analisar se compensa optar por all-inclusive invés de almoçar/jantar em restaurantes locais, ou até mesmo, alugar um carro para passeio. 

5. Pense em atividades e passeios para todos

Se a viagem for realizada apenas em casal, é mais fácil pensar em um roteiro já que ele pode ser definido em conjunto. Mas, no caso da viagem em família, que inclui crianças ou idosos, é necessário se atentar que algumas atrações podem não ser indicadas para eles, como passeios que demandem mais exigências físicas ou sejam longos.

Quando for planejar a viagem considere atividades e passeios que todos os integrantes da família possam participar, se ela for realizada com muitas pessoas, uma boa alternativa é separar as atividades para agradar a todos. Pense nos membros da sua família e quais atrações atendem as necessidades e expectativas de cada um. Veja 10 dicas para uma viagem acessível!

Com base nessas características você consegue escolher o destino ideal e as melhores opções de diversão para crianças, adolescentes, adultos e idosos. Por exemplo, você pode optar por hotéis, pousadas ou resorts com excelentes infraestruturas que oferecem atrações para públicos diversos com equipe de monitores e espaços de recreação.

6. Crie um roteiro

Criar um roteiro com antecedência é essencial para diminuir os custos e evitar perder tempo com atividades e passeios que não atendem os gostos e expectativas da sua família. Por isso, pense no roteiro de viagem em família o quanto antes possível. 

A sua família gostaria de conhecer novas praias?  Aventurar-se em passeios repletos de adrenalina? Conhecer novas culturas? Provar os pratos típicos da gastronomia local? Visitar pontos turísticos famosos? Ou descansar/brincar nas piscinas de um resort all-inclusive? 

Pensar nessas perguntas e encontrar as respostas, ajuda a definir o tipo de viagem e os lugares que você e a sua família desejam conhecer. Isso impacta em todos os pontos, desde as passagens à hospedagem. Então, crie uma lista com as opções de lugares e escreva o roteiro de todos os dias para buscar as melhores opções e agendar os passeios.

7. Pesquise o máximo possível sobre o destino

É muito importante saber sobre o destino que você e a sua família vão viajar. Procure informações sobre a cultura local, clima, gastronomia, pontos turísticos, segurança e transporte. 

Pesquise sobre o local que vocês vão se hospedar, se tem espaços dedicados para as crianças como piscina, playground, quadras esportivas, se contam com a presença de monitores para supervisionarem e brincarem com as crianças, se é seguro passear à noite pela região, se tem restaurantes próximos entre outros. 

Coletar o máximo de informações sobre o destino ajuda a evitar complicações e estresse. Quanto mais detalhista você for em saber sobre o lugar, melhor será. Nesse momento todo cuidado é pouco, como dito popular “é melhor prevenir do que remediar”.

8. Atenta-se aos requisitos do destino e os documentos necessários

Pesquise quais são os requisitos necessários para o destino escolhido para viajar. Alguns destinos exigem documentos específicos e vacinas. Por isso, sempre pesquise com antecedência para não sofrer alguma surpresa desagradável ou algo que comprometa o sucesso da sua viagem em família. 

Vale ficar de olho nos cartões de vacinação de crianças e adultos e certificar que todos os membros da família estão com as vacinas em dia antes de viajar. Mesmo que o destino seja nacional, viajar de uma cidade para outra, expõe você e a sua família a qualquer novidade. 

Quando falamos sobre documentos, todo cuidado e antecedência é pouco. Dependendo da especificidade do documento para deixá-lo em ordem é burocrático e demanda tempo, portanto, quanto antes você tratar a documentação necessária para sua viagem, será melhor.

9. Não se esqueça de contratar o seguro viagem

Por mais que você planeje a sua viagem em família da melhor forma possível, infelizmente, imprevistos podem acontecer. Por isso, é importante contratar um seguro viagem para garantir toda a tranquilidade que você e a sua família merece. Saiba o que é seguro viagem.

Quanto mais pessoas estiverem envolvidas na viagem, mais garantias vocês precisam ter de que não ficarão sem assistência caso ocorra qualquer emergência. Contrate um seguro viagem com a CVC

10. Pense na possibilidade de alugar um carro para passeio

A questão de alugar ou não um carro durante a viagem é quase sempre presente quando pensamos em viajar, ainda mais em família. Dependendo do destino e do estilo de viagem, o aluguel de carros é praticamente a única alternativa. Confira dicas para alugar um carro para viajar.

As vantagens de alugar um carro para passeio durante a viagem são diversas: custo x benefício, poder escolher o modelo que atende melhor a sua necessidade, viajar com conforto e segurança, viver uma experiência única entre outras. Veja o checklist para alugar um carro.

Antes de alugar um carro você precisa entender quais são as suas necessidades e expectativas, e se o seu orçamento possibilita a locação de um veículo. Tendo isso em vista procure as melhores opções de veículos para viajar em família. Aluguel de carro: Praticidade e economia na sua viagem!