6 belezas naturais do México que vão te conquistar

Los Cabos, por do sol

Um dos países mais belos das Américas, o México tem opções para todos os tipos de turistas. Tem as praias banhadas pelo mar do Caribe que criam aquele clima romântico, ruínas de civilizações antigas para quem gosta de história, grandes centros urbanos para aqueles que procuram por compra e agito. Mas também guarda belezas naturais incríveis para os adeptos do turismo de aventura. Listamos 6 belezas naturais que devem estar na sua lista de lugares para conhecer. Vamos conferir?

Cenote dos Ojos

1- Cenote dos Ojos

Localizado península de Yucatan, o Cenote dos Ojos é um dos muitos que existem no México, uma espécie de cavidade natural, que forma lagos cristalinos. Para quem vai a Cancún, este é um passeio imperdível. É possível fazer snorkel no local.

Barrancas del Cobre

2- Barrancas del Cobre

Os paredões com 59 mil metros de extensão localizado em Chihuahua, são maiores que do que os cânions dos EUA. Além de ter uma vista privilegiada, você poderá ter contato com a comunidade dos Rarámuri. O local ainda guarda uma cachoeira com mais de 240 metros de queda livre, a Cascada Basaseachi.

Tulum

3- Tulum

Outro passeio que não deve faltar durante a viagem a Cancún, essas ruínas da civilização maias ficam em Quintana Roo e são as únicas localizada à beira-mar. O contraste do mar azul com as construções milenares são incríveis para aquela foto no Insta.

4- Cascada de Minas Viejas

Situada em Cuidad Valles, a cascata possui 50 metros de altura e forma 4 piscinas naturais de águas azuis. O lugar ganhou o apelido de SPA a céu aberto já que as piscinas são rodeadas de barro e argila.

Cozumel

5- Cozumel

A ilha de Cozumel é um espetáculo natural à parte: lá você encontra flamingos, guaximins, golfinhos, tartarugas-marinhas e várias outras espécieis. O mergulho é uma das atividades recomendadas para quem vai a Cozumel.

Los Cabos

6- Los Cabos

A região é uma das mais cobiçadas para quem pratica mergulho – as praias de Santa Maria e Chileno são conhecidas como “aquários do mundo” por causa da riqueza de vida marinha. A região ainda abriga o ponto exato em que o Oceano Pacífico e o Mar de Cortez se encontram.